África do Sul e Austrália dominam continentais de escalada esportiva e garantem duas vagas em Tóquio 2020 - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

África do Sul e Austrália dominam continentais de escalada esportiva e garantem duas vagas em Tóquio 2020

Compartilhe


Foram distribuídas neste final de semana quatro vagas aos Jogos Olímpicos de Tóquio na escalada esportiva, com a realização dos campeonatos Africano e Oceânico da modalidade. Dominantes, Austrália e África do Sul conseguiram classificar dois atletas - um em cada naipe - nos respectivos torneios continentais. 


Pela Oceania, os australianos Tom O'Halloran e Oceania MacKenzie carimbaram seus passaportes ao Japão ao vencerem o evento disputado em Sydney. O'Halloran manteve a regularidade ao ficar em segundo lugar nas três provas combinadas (speed, lead e boulder). Por sua vez, MacKenzie, que tem 18 anos, foi dominante e venceu todas as provas, fechando com pontuação perfeita.


Já na África, a decisão da vaga olímpica foi mais apertada, pelo menos no masculino. Os sul-africanos Christopher Cosser e David Naude protagonizaram um duelo emocionante que só foi decidido na disputa decisiva do lead, com Cosser, de 20 anos, levando a melhor por dois pontos (4 a 6). Entre as mulheres, vitória tranquila de Erin Sterkenburg, de 17 anos, também com pontuação perfeita.



Agora, de forma extra-oficial, já estão definidos os 40 atletas - 20 em cada naipe - que farão parte da estreia da escalada esportiva em Olimpíadas, em Tóquio, no ano que vem. Deste total, 20 países conseguiram vaga, sendo que Estados Unidos, França e Japão conseguiram a cota máxima, que é de quatro atletas por país. O Brasil não garantiu representantes.


Foto de capa: Nathan McNeil/IFSC

Nenhum comentário:

Postar um comentário