Guia NBB 2020/21 - Unifacisa - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Guia NBB 2020/21 - Unifacisa

Compartilhe

 

Participações no NBB – 1

Melhor colocação – Décimo lugar em 2019/20

Na temporada 2019/2020 – 10º

Elenco

Armadores: #15 Kécio 1,74m 21 anos / #23 Arthur Pecos 1,83m 26 anos / #34 Nate Barnes (USA) 1,82m 30 anos / #45 Adrien (CAM) 1,82m 24 anos

Alas: #7 Nehemias Morillo (DOM) 1,97m 28 anos / #10 Felipe Vezaro 1,92m 28 anos / #17 Paulo Nery 1,85m 39 anos / #26 Betinho 1,95m 32 anos / #35 Gemadinha 1,82m 23 anos

Pivôs: #9 Vinícius Pastor 1,99m 30 anos / #16 Rafa 1,98m 27 anos / #0 João Victor 2,15m 22 anos / #13 Alexandrino 1,95m 25 anos / #24 Alexandre Paranhos 2,04m 28 anos


Provável quinteto titular 

 


Destaque – Betinho: Pontuador nato, Betinho vai para Campina Grande para ser um dos nomes ofensivos da equipe. Seu desempenho no Pinheiros na última temporada, quando marcou 46 pontos em uma partida (quinta maior pontuação em um jogo na história do NBB) chamou a atenção e mostrou que sua pontaria na linha dos 3 pontos está mais afiada do que nunca. Promessa de grande dupla com Nate Barnes nos pontos.

 

O gringo – Nate Barnes: O armador estadunidense foi o principal pontuador do Unifacisa na temporada passada. E agora vai ter um companheiro para dividir as funções ofensivas, Betinho. Com médias de 36% na linha de três e 51% na linha de dois, Barnes tem a habilidade e a velocidade para desmontar defesas adversárias e com outro jogador tão letal quanto ele, talvez se abram mais espaços para Barnes fazer seus pontos.

 

Fique de olho – João Victor: Com 2,15m, o pivô é o jogador mais alto do NBB 2020/21. Mas quem pensa que ele é um poste em quadra, está enganado. Ele é veloz, com bom QI de basquete e ótimo posicionamento para rebotes, tendo tudo para ter uma temporada ainda melhor do que a passada, quando ficou com médias de 10 pontos e 7 rebotes por jogo. Olho nele!



Técnico – Filet:
O jovem Felipe Santana, de 34 anos, fez uma boa temporada de estreia como técnico, desenvolvendo jovens jogadores e potencializando os destaques da equipe. Por isso foi mantido e teve o elenco do Unifacisa melhorado para que consiga uma classificação mais tranquila para os playoffs e, quem sabe, aprontar e botar o time paraibano entre os melhores. Capacidade pra isso, ele tem. 

 

Análise: O time paraibano terá companhia do Fortaleza Basquete Cearense como representantes do Nordeste na liga. Após boa temporada de estreia, com 13 vitórias em 27 jogos, o Unifacisa tenta manter o ímpeto de continuar surpreendendo os adversário e  conquistar bons resultados.

 

Para isso, a equipe fez boas contratações, como o ala Betinho, que fez 46 pontos em uma só partida na temporada passada, com 9 cestas de 3 pontos concluídas, Arthur Pecos, Felipe Vezaro, entre outros, que deixaram o elenco do Unifacisa mais profundo e preparado para encarar os desafios dessa temporada mantendo o bom basquetebol apresentado.

 

Previsão: Para a sua segunda temporada, os playoffs devem ser plenamente possíveis. Agora o que a torcida paraibana que não poderá acompanhar o time de perto espera ver nos playoffs a equipe chegando mais longe possível. Pelo material humano que tem, é bem possível que o Unifacisa continue a surpreender.


Fotos: LNB/Divulgação e Twitter/Unifacisa


Nenhum comentário:

Postar um comentário