Guia NBB 2020/21 - Brasília Basquete - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Guia NBB 2020/21 - Brasília Basquete

Compartilhe


Participações no NBB – 11

Melhor colocação - Campeão em 2009/10,2010/11 e 2011/2012 (como Uniceub Brasília)

Na temporada 2019/2020 – 13º


Elenco

Armadores: #7 Pedro Rava 1,83m 25 anos / #8 Gabriel 1,85m 19 anos / #23 Nezinho 1,85m 39 anos

Alas: #3 Gui Santos 1,89m 23 anos / #4 Artur 1,97m 38 anos / #17 Danilo 1,95m 22 anos / #0 Jefferson Campos 1,86m 29 anos / #21 Sammy Yeager (USA) 1,93m 31 anos 

Pivôs: #6 Gemerson 2,05m 27 anos / #11 Felipe 1,99m 19 anos / #15 Diego Nunes 1,98m 33 anos / #5 Marcelão 2,05m 27 anos / #11 Caio Torres 2,11m 33 anos

Provável quinteto titular 


Destaque – Nezinho: Ídolo dos tempos de glória do Brasília, o veterano armador teve uma temporada e tanto em 2019/20, decidindo jogos e pontuando um pouco mais que o de costume. Comandante da equipe na armação, Nezinho vai ter um elenco mais qualificado para poder municiar, o que pode deixa-lo menos agressivo em direção a cesta. Mas o que também não garante que ele não possa encaixar aquele buzzer beater como fez em algumas partidas na temporada passada? 


O gringo – Sammy Yeager: O ala que estava na liga mexicana vem pra ser um desafogo ofensivo, sua especialidade segundos sites estrangeiros. Cigano da bola laranja, Yeager jogou na Argentina, Equador, Colômbia, Israel e França, além da passagem na G-League - espécie de "2ª divisão" da NBA. Tem experiência de sobra pra impactar dentro da quadra. E é o que o Brasília espera. 


Fique de olho – Pedro Rava: Armador reserva, teve suas melhores marcas na temporada passada. Aos 25 anos, deverá começar a receber o bastão de Nezinho, ou até atuar junto dele, com o camisa 23 indo pra posição 2. Com boa visão de jogo, habilidade para bloqueios e bom arremessador, Em breve, a posição 1 do time de Brasília deverá será dele



Técnico – Ricardo Oliveira:  indo para sua segunda temporada no comando do Brasília, o ‘boca’ agora tem um elenco mais homogêneo nos dois lados da quadra nas mãos, não vai precisar sobrecarregar de minutos os veteranos do time, o que fará eles renderem melhor em quadra e assim poderá almejar voos maiores para os ‘aliens’.


Análise: Longe dos tempos de glória com tricampeonato do NBB (mais um brasileiro), três ligas sul-americanas e uma liga das Américas, o Brasília busca fazer um campeonato mais digno do que o foi interrompido na temporada passada, quando estava em décimo terceiro, com apenas 8 vitórias em 26 jogos, bem abaixo do esperado 



Para isso, a equipe reformulou seu elenco nomes como Jefferson Campos – que já passou pelo clube em 2015 – Gemerson, Diego Nunes, Caio Torres e os estadunidenses Sammy Yager e que se juntam aos ídolos Nezinho e o ‘Rei’ Arthur para tentar dar novo fôlego ao time e levá-lo mais longe sob o comando de Ricardo Oliveira, o ‘Boca’, que terá uma equipe mais forte no garrafão e no perímetro, com mais condições de entrar na briga tensa que acontecerá no meio da tabela durante a liga. 

Previsão: Tem time para chegar nos playoffs e com muitos times ainda se reestruturando, pode se aproveitar e até participar do super 8. Nezinho e Arthur apesar de veteranos, ainda são os pilares dessa equipe e bem assessorados por bons nomes como Jefferson, Caio Torres e o americano Yeager, podem levar essa equipe além.


fotos: Divulgação/LNB


Nenhum comentário:

Postar um comentário