Guia do NBB 2020/21 - Cerrado Basquete - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Guia do NBB 2020/21 - Cerrado Basquete

Compartilhe



Participações no NBB – Estreante

Melhor colocação - Estreante

Na temporada 2019/2020 – Estreante

Elenco

Armadores: #4 Lucas Lima 1,86m 25 anos / #9 Luís Mendonça 1,83m 22 anos / #10 Henrique Coelho 1,84m 27 anos / #90 JV Vieira 1,89m 17 anos

Alas: #7 Paulo Lourenço 1,93m 26 anos / #8 Kevin Crescenzi 1,93m 27 anos / #14 JC Fuller (USA) 1,94m 26 anos / #30 Von Haydin 1,94m 21 anos / #12 John 1,96m 20 anos / #17 Arthur Duarte 1,94m 16 anos

Pivôs: #13 Alex Dória 2,05m 22 anos / #24 Diego Nunes 2,09m 33 anos / #35 Augustin Ambrosino (ARG) 2,01m 30 anos / #1 Sérgio Conceição 2,08m 20 anos / #21 Bruno Fiorotto 2,08m 35 anos

Provável quinteto titular 


Destaque – Henrique Coelho: Após brilhar no Botafogo, Henrique Coelho vai para outra equipe com o status de protagonista. A esperança do Cerrado brilhar passa por Henrique, ora distribuindo o jogo e ora criando o seu arremesso. A expectativa é que mantenha na equipe brasiliense a boa fase em sua carreira.


O gringo – JC Fuller: O estadunidense vem de boa temporada na Argentina e vem pra ser o lado de Henrique, o cara da equipe. Por ter características parecidas, pode ser que o encaixe da dupla na armação de jogadas ainda demore um pouco, mas se tudo der certo eles poderão se tornar uma das duplas de armação mais insinuante da liga. É esperar para ver.


Fique de olho – Alex Dória: O ala-pivô terá uma chance de ter muito mais minutos do que costuma ter no Cerrado e, com isso, desenvolver o seu basquete e deixar de ter o status de promessa. Jogando na posição 4, Alex usará sua explosão e para ser importante no garrafão, tanto na defesa quanto no ataque.

 


Técnico – Bruno Lopes: Eleito duas vezes melhor técnico da Liga Ouro pelo Londrina, Bruno vem para o seu grande desafio: Fazer uma boa campanha de estreia como Cerrado no NBB. Com o elenco sendo montado com qualidade e de forma rápida, facilitou o trabalho tático do treinador, que vem da safra da nova geração de treinadores e assim com alguns nomes dela, quer se destacar no cenário nacional com um bom trabalho também.


Análise: O Cerrado Basquete é o estreante dessa temporada e tem uma história muito interessante. Há quatro anos, foi criado em uma quadra por amigos. Com muito planejamento e gestão, chegou à principal competição de clubes do basquete brasileiro de forma meteórica. 



E a equipe brasiliense mostrou que sabe montar um elenco com bons jogadores contratados como Henrique Coelho, Diego Nunes, Kevin Crescenzi e Bruno Fiorotto. O americano JC Fuller vem para ser o desafogo ofensivo ao lado de Coelho. Mas o técnico Bruno Lopes ainda deverá alterar seu quinteto titular durante o primeiro turno do NBB até achar o time ideal.


As expectativas para o Cerrado basquete são promissoras. A equipe candanga tem no papel chances de fazer boa campanha, mas tudo vai depender do encaixe dos jogadores e em jogos contra equipe do meio de tabela, podendo até beliscar os playoffs. Vamos aguardar para ver como eles se portarão.


Previsão: Por ser uma equipe estreante, fica meio imprevisível dizer até onde essa pode chegar. Sua montagem de elenco foi muito rápida e precisa, e com jogadores de qualidades. Na teoria, deve garantir vaga nos playoffs e, na pior das hipóteses, vai ficar na briga para se classificar para a fase final nas últimas rodadas.


Fotos: Divulgação/LNB e Carlos Campina/Galera na Foto

Nenhum comentário:

Postar um comentário