Guia do NBB 2020/21 - Caxias do Sul - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Guia do NBB 2020/21 - Caxias do Sul

Compartilhe



Participações no NBB – 3

Melhor colocação – 6º em 2017/18

Na temporada 2019/2020 – Não disputou

Elenco

Armadores: #6 Matheus Eugeniusz 1,92m 19 anos / #22 Nicolas Ferreyra (ARG) 1,79m 35 anos

Alas: #10 Marco Krebs 1,87m 20 anos / #9 Pedro Mendonça 1,96m 25 anos / #12 Pedro Teruel 1,91m 33 anos / #14 Shaw 1,95m 17 anos / #33 Eddy 1,97m 33 anos

Pivôs:  #7 Túlio da Silva 2,03m 24 anos / #11 Antônio 2,00m 26 anos / #17 Rafael Stábile 1,96m 32 anos / #24 Vinícius Paixão 1,98m 17 anos / #4 Adriano Big 2,10m 25 anos / #15 Rubinho 1,98m 43 anos / #41 Dida 1,86m 35 anos / # Shilton 38 anos

Provável quinteto titular 



Destaque – Eddy: Antiga peça chave do Paulistano, o ala vem para um novo desafio, que é liderar a equipe gaúcha. Não é um cestinha nato, mas deverá ter mais obrigações ofensivas do que tinha na sua antiga equipe. Eddy também é bom na marcação e será um nome importante no setor defensivo do Caxias.


O gringo – Nico Ferreyra: O armador argentino, já veterano, vem para sua primeira temporada no basquete brasileiro, após dois anos na liga chilena. Além de responsável pela armação de jogadas, ele é um bom arremessador de três pontos e a expectativa é que ele seja o comandante do ataque e um desafogo no nos momentos difíceis para o time gaúcho.


Fique de olho – Túlio da Silva: O ala-pivô veio para o NBB após quatro temporadas no basquete universitário estadunidense - ele até chegou a se inscrever no draft da NBA, mas retirou seu nome. O Flamengo o contratou e passou para o Caxias do Sul por empréstimo. Bom jogador de costas para cesta e bom protetor de aro, Túlio será observado pelo time rubro-negro e, se fizer uma boa temporada pelo clube do sul, deve garantir lugar na equipe carioca na próxima temporada.



Técnico – Rodrigo Barbosa: Técnico e coordenador do projeto desde o início do projeto, Rodrigo vê mais uma chance de repetir a ótima participação que teve na temporada 2017/2018, quando a equipe ficou em quinto lugar na temporada regular e acabou caindo para o Mogi nos playoffs.  É difícil no cenário atual do basquete brasileiro? Claro que sim, mas há dois anos atrás também era e o time foi lá e fez ótima campanha. 


Análise: Após dois anos fora, a equipe de Caxias do Sul volta ao NBB com boas ambições. Com um patrocinador master o apoiando, a equipe montou uma boa equipe para a temporada 2020/21. Foram contratados bons nomes como o armador argentino Nico Ferreyra, os alas Pedro Teruel e Eddy, os pivôs Antônio e Túlio da Silva e o veterano Shilton, uma grande máquina de rebotes do NBB. 



Eles se juntarão a nomes que são ídolos da equipe como Rafael Stábile, Rubinho e Dida e ao técnico Rodrigo Barbosa para poder sonhar com voos mais altos na temporada. Não poder jogar em ginásio no primeiro turno, por conta das semi-bolhas que serão feitas nas capitais, pode prejudicar o time nesse início, mas nada do que a equipe não possa recuperar e surpreender algumas equipes, se os reforços se encaixarem durante a temporada.


Previsão: O objetivo do Caxias é brigar pelos playoffs e ficar longe do final da tabela. Os confrontos contra adversários diretos como Campo Mourão, Pato, Corinthians e Pinheiros serão fundamentais para as pretensões da equipe na liga. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário