CAS reduz para dois anos punição da nadadora australiana Shayna Jack - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

CAS reduz para dois anos punição da nadadora australiana Shayna Jack

Compartilhe

A nadadora australiana Shayna Jack teve seu período de banimento reduzido pelo Tribunal Arbitral do Esporte (CAS). Anteriormente suspensa por quatro anos, agora a atleta precisará cumprir apenas dois anos de pena. 

Afastada desde 12 de julho de 2019 pela Autoridade Esportiva Antidoping da Austrália, Jack estará elegível para voltar às piscinas em julho de 2021, após a corte alegar que ela não ingeriu de forma intencional o anabolizante Ligandrol, substância proibida na qual testou positivo antes de um torneio na Coreia do Sul. 

“Jack cometeu uma violação do Artigo 2.1 da Política Antidoping da Federação Australiana de Natação e está suspensa por um período de dois anos a partir da data de sua suspensão provisória”, revelou o CAS em um comunicado.

“Como consequência, o juíz impôs um período reduzido de inelegibilidade de dois anos, com início na data de sua suspensão provisória".

Jack, especialista no nado estilo livre, comemorou a decisão do CAS, em publicação na sua conta do Instagram. Apesar de provavelmente não competir nos Jogos Olímpicos de Tóquio, a atleta de 22 anos já está de olho em seu retorno ao esporte e na continuidade de sua carreira. 

“Não houve nenhuma evidência produzida por meus acusadores de como esta substância entrou em meu sistema. Com o tempo em que fiquei afastada do esporte, desde julho de 2019, estarei elegível para retornar à natação competitiva em julho de 2021. Não posso mudar as regras e as elas ficarão como estão por enquanto. Portanto, aceito essa decisão com uma atitude positiva e com gratidão porque minha carreira como nadadora será retomada no próximo ano", disse Jack. 

Foto: AFP


Nenhum comentário:

Postar um comentário