Maioria dos candidatos 'olímpicos' fracassa nas eleições municipais; Confira a lista - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Maioria dos candidatos 'olímpicos' fracassa nas eleições municipais; Confira a lista

Compartilhe


Nas eleições municipais brasileiras que ocorreram neste domingo (15), um dos grandes derrotados foram os candidatos ligados ao esporte. Nas capitais e nas grande cidades do país, dentre atletas com medalhas olímpicas ou com participações nos jogos, quase ninguém conseguiu vaga nas assembleias legislativas de seus municípios.

Paulo miyasiro foi o único atleta olímpico eleito em 2020. Foto: ITU


Apenas um ex-atleta com passagem em olimpíadas conseguiu se eleger: Paulo Miyasiro, triatleta que esteve nos jogos de Atenas em 2004 e se elegeu como vereador na cidade de Santos-SP pelo partido Republicanos, com 2.888 votos. Os demais, só insucessos. 


Dentre os ex-atletas que se candidataram a prefeitos em suas cidades, tivemos dois: Luiz Lima, ex-nadador que disputou os jogos de Atlanta e Sydney, tentou se eleger a prefeito da cidade do Rio de Janeiro pelo partido PSL e Ficou em quinto com 180.336 votos. Já o ex-judoca João Derly, que esteve nos jogos de Pequim em 2008, foi candidato a prefeito de Porto Alegre pelo partido Republicanos e ficou em sétimo, com 19.004 votos.


Entre os vereadores, campeões olímpicos como Maurren Maggi e Rodrigão não se elegeram. A medalha de ouro no salto em distância em Pequim 2008 se candidatou ao cargo legislativo em São Paulo pelo Democratas e teve 6.626 votos. Já Rodrigão, dono de 3 medalhas olímpicas com a seleção de vôlei, se candidatou a vereador pelo PSDB no município de Praia Grande-SP e teve 997 votos, ficando como suplente.


Outros medalhistas olímpicas também fracassaram nas urnas, confira a lista abaixo: 


- Ex-ginasta Diego Hypólito do PSB, prata no solo nos jogos Rio 2016, teve apenas 3.703 votos e não se elegeu em São Paulo; 

-Ex-velocista  Sandro Viana, bronze com o revezamento 4x100m em Pequim 2008, se candidatou a vereador em Manaus pelo PP e teve apenas 517 votos; 

- Marta Sobral - dona de duas medalhas olímpicas com a seleção de basquete feminino, se candidatou pelo Patriotas em Santo André-SP e teve 96 votos; 

- Fábio Luiz, medalha de prata no vôlei de praia ao lado de Mário Araújo em Pequim 2008, se candidatou a vereador pelo PDT em Vitória-ES e teve 241 votos; 

- Geovani, ídolo do Vasco da Gama e prata com a seleção de futebol em Seul 88,  se candidatou em Vila Velha-ES pelo PP e teve 651 votos.

- Kelly, bronze com a seleção de basquete feminino em Sydney 2000, se candidatou em São Paulo pelo PTB e teve 463 votos;

- Servílio de Oliveira, ex-boxeador bronze nos Jogos da Cidade do México em 1968, foi candidato a vereador em Santo André-SP pelo Patriotas e teve 221 votos;

- Karin Rodrigues, bronze com a seleção de vôlei feminino em Sydney 2000, se candidatou a vereadora em Brusque-SC pelo PSDB e teve 200 votos. 


Outros nomes com participação em jogos olímpicos também falharam em suas candidaturas. confira abaixo:


Julião Neto, ex-boxeador presente nos jogos de Londres 2012 e Rio 2016, foi candidato pelo PC do B em Belém-PA e teve 253 votos;


- Maria Magnólia, ex- corredora de 400 e 800 metros presente nos jogos de Seul 88 e Atlanta 96, se candidatou a vereadora em Natal-RN pelo Solidariedade e teve 914 votos;


- Ana Amorim, ex-jogadora da seleção de handebol feminino nas olimpíadas de Pequim 2008 e Londres 2012 e irmã mais velha da jogadora Duda Amorim, foi candidata pelo Patriotas em Blumenau-SC teve 381 votos.


Foto: montagem sobre fotos de divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário