Washington Nunes é demitido mais uma vez e Marcus Tatá assume seleção de handebol masculino - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Washington Nunes é demitido mais uma vez e Marcus Tatá assume seleção de handebol masculino

Compartilhe



Mais uma reviravolta na preparação do handebol masculino em busca da vaga olímpica via pré-olímpico mundial. Washington Nunes, que tinha reassumido o comando da seleção de handebol masculino após demissão do espanhol Daniel Gordo, foi destituído do cargo mais uma vez e agora quem comandará a seleção é Marcus Tatá, técnico do Taubaté e que trabalhou como técnico interino no fim de 2019 após a primeira demissão de Nunes.


Washington já tinha convocado a seleção para o período de treinamentos para a missão Europa em outubro, mas não terá a chance de treinar a equipe. Ele acabou ficando no meio do fogo cruzado político, já que ele retomou o seu cargo em agosto quando Manoel Luiz retomou a presidência da entidade. Mas Manoel foi afastado novamente pelo tribunal regional federal por suspeitas de corrupção em 2011e Washington foi demitido pela segunda vez do cargo de treinador em um ano.


Marcus Tatá terá pouco tempo para preparar a seleção para os próximos desafios - o mundial da modalidade em Janeiro de 2021 e o pré-olímpico mundial em março. Ele comandará os treinamentos da seleção da missão Europa em Portugal. Em declaração ao '7M Handebol total', ele demonstrou confiança:


“Recebi o convite e agora é trabalhar, pois temos um objetivo claro que é buscar a vaga olímpica. Mas antes disso temos um mundial e é um passo de cada vez. Temos que planejar muito bem todos os passos agora! Este é um ano atípico que temos que estar atentos com tudo, temos que nos dedicar 100% para estes objetivos.” explicou

Ver essa foto no Instagram

MARCUS TATÁ ASSUME A SELEÇÃO BRASILEIRA MASCULINA O técnico multicampeão por Taubaté é o mais novo técnico da seleção brasileira masculina adulta e deve comandar os Guerreiros na fase em Portugal já em novembro e no mundial do Egito, em janeiro de 2021. Tatá esteve com a seleção no mundial da Alemanha como supervisor e agora, substitui o técnico Washington Nunes que claramente ficou na linha de fogo política da CBHb. Washington Nunes havia “reassumido” a seleção após o retorno de Manoel Luís ao comando da CBHb e agora, com a saída definitiva do dirigente, CBHb fica sob gestão de Ricardinho que novamente tira Washington e toda comissão do cargo. Marcus Tatá: “Recebi o convite e agora trabalhar pois temos um objetivo claro que é buscar a vaga olímpica Mas antes disso temos um mundial e um passo de cada vez. Temos que planejar muito bem todos os passos agora! Ano atípico que temos que estar atentos com tudo temos que nos dedicar 100% para estes objetivos.” Comissão técnica: Marcus Ricardo de Oliveira (Treinador); Giancarlos Ramirez (Auxiliar); Luan Monteiro dos Santos (Analista de desempenho); Cláudio Machado (Preparador físico); Daniel Augusto dos Santos (Fisioterapeuta); Rafael Akio Umezu (Supervisor) #handball #handebol #andebol #balonmano

Uma publicação compartilhada por 7M Handebol Total (@7m_handebol_total) em



A seleção brasileira de Handebol se apresenta para o período de treinamentos em Portugal no dia 30 de outubro.

Foto: Cinara Piccolo/Photo&Grafia

Nenhum comentário:

Postar um comentário