Jogos Sul-Americanos de Assunção 2022 sofrem adiamento de cinco meses - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Jogos Sul-Americanos de Assunção 2022 sofrem adiamento de cinco meses

Compartilhe


Mais um grande evento multi-esportivo sofreu os impactos da pandemia do coronavírus. Desta vez, a vítima foi a os Jogos Sul-Americanos de Assunção 2022, que tiveram seu cronograma adiado em cinco meses em relação ao planejamento original. A competição da capital paraguaia estava prevista para ser realizada de 26 de abril a 9 de maio, mas foi postergada para 1º a 15 de outubro.


A confirmação foi feita pela Organização Esportiva Sul-Americana (ODESUR) neste final de semana. Segundo comunicado, a entidade alterou as datas do evento acatando uma solicitação do governo paraguaio, alegando problemas enfrentados pelo país durante a pandemia do coronavírus. De acordo com o worldometers, o Paraguai possui cerca de 55 mil casos e 1.200 mortes pelo vírus.


"A crise sanitária global representa um imenso desafio para todos os países e a evolução da pandemia da covid-19 tornou-se imprevisível", disse o presidente da Odesur, Camilo Pérez López Moreira. "Pelas circunstâncias e baseado nas informações disponibilizadas pelas autoridades, decidimos aceitar a exigência da Secretária Nacional de Esportes do Paraguai para adiar o início dos Jogos Sul-Americanos".



Esta será a 12ª edição dos Jogos Sul-Americanos, a primeira em solo paraguaio. A última competição ocorreu em 2018, em Cochabamba, na Bolívia. Na ocasião, a Colômbia foi a líder do quadro de medalhas, faturando 94 ouros e 239 pódios, seguida pelo Brasil, com 90 medalhas douradas e 204 no total.


Vale lembrar que diversos outros eventos multi-esportivos sofreram mudanças em seus calendários por conta da pandemia, sendo o principal deles a Olimpíada de Tóquio, que agora ocorrerá entre julho e agosto do ano que vem. 


Os Jogos Centro-Americanos e do Caribe, semelhantes aos Sul-Americanos em nível de grandeza, também previstos para 2022, perderam sua sede, o Panamá, que desistiu de receber o evento alegando problemas financeiros causados pela crise sanitária


Foto de capa: Divulgação/ip.gov.pr

Nenhum comentário:

Postar um comentário