Destaque hungaro marca primeiro dia de finais da etapa de Szombathely, retorno da Copa do Mundo de Ginástica Artística


Boglarka Devai (HUN) fez a festa da torcida local no primeiro dia das finais da etapa de Szombathely, que marcou o retorno da Copa do Mundo de Ginástica Artística na pandemia.

Devai, campeã europeia em 2018, somou 13.950 no salto feminino para vencer a prova, superando a segunda colocada, Anastasia Motak (UKR), que obteve 13.775 pontos. Completando o pódio Angelina Radivilova (UKR), com 13.625 pontos.

Ainda na disputa feminina, Diana Varinska (UKR) faturou as barras assimétricas ao somar 13.400 pontos.

Já entre os homens, a noticia do dia foi o bronze de Matvei Petrov (ALB) na prova do cavalo com alças. Com 14.050 pontos, foi a primeira medalha albanesa na história das Copas do Mundo. O ouro foi para Nariman Kurbanov (KAZ), com 14.600 pontos e a prata para Robert Seligman (CRO), que obteve 14.350 pontos.

Nas outras provas masculinas do dia, Vincenz Hoeck (AUT) ganhou nas argolas, com 14.150 pontos. Enquanto Rok Klavora (SLO) e Ilyas Azizov (KAZ) empataram com 14.000 pontos na primeira posição do solo, mas o esloveno ficou com o ouro no desempate.

No domingo (4) serão realizadas as finais das provas da trave e do solo no feminino, do salto, da barra fixa e barras paralelas.

Foto: Site Oficial

Comente

Postagem Anterior Próxima Postagem