Com oito equipes, começa na quinta em Belo Horizonte o Troféu Super Vôlei masculino - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Com oito equipes, começa na quinta em Belo Horizonte o Troféu Super Vôlei masculino

Compartilhe



Os melhores times do voleibol brasileiro estarão juntos em Belo Horizonte (MG) a partir desta quarta-feira (21) para a disputa do Troféu Super Vôlei masculino. A competição foi criada para suprir a não realização do playoff da Superliga Banco do Brasil 19/20, que foi cancelado em razão da pandemia do COVID-19. 

A primeira rodada do torneio terá dois confrontos: Sesi-SP x Blumenau (SC), às 19h, e na sequência, às 21h30, Taubaté (SP) x Ribeirão Preto (SP). em cruzamento olímpico (1º x 8º, 2º x 7º, 3º x 6 e 4º x 5º) baseado na classificação final da fase regular da Superliga 19/20. A decisão do masculino acontecerá no dia 24 de outubro. 


Sesi-SP x Blumenau 

No primeiro jogo da competição, o Sesi-SP apostará em uma equipe jovem que tem como referência o líbero Murilo e no comando o treinador Marcelo Negrão. Do outro lado da rede, o Blumenau conta com jogadores experientes e conhecidos do torcedor brasileiro como o oposto Franco, o ponteiro Renato Russomano e o levantador Evandro. 


Na liderança do jovem time da capital paulista, o campeão olímpico Marcelo Negrão sabe responsabilidade de comandar um grupo jovem e aposta em muito treinamento na busca de evolução. 


“Para a disputa do Troféu Super Vôlei nós estamos treinando e nos preparando muito para o jogo contra o Blumenau. Nós sabemos que não será fácil, aliás, nunca é, por isso seguimos a mesma intensidade nos treinos e espero que o time faça uma boa apresentação”, disse Marcelo Negrão. 


No Blumenau, o treinador André Donegá mostra confiança no trabalho realizado pelo time catarinense até o momento na temporada. “Vamos tentar reproduzir o que tem sido realizado nos treinos. Será necessário equilíbrio na recepção e paciência, intercalando força com jogadas táticas”, afirmou André Donegá. 

Taubaté x Ribeirão Preto
No segundo jogo dia, o Taubaté, time de melhor campanha na fase regular da última edição da Superliga Banco do Brasil 19/20, duelará com o Ribeirão Preto que tem no comando o treinador Marcos Pacheco. 


O time de Taubaté  manteve boa parte do elenco da temporada passada como o ponteiro Douglas Souza, os centrais Mauricio Souza e Lucão e o líbero Thales. Entre as principais novidades, o levantador Bruninho e os ponteiros Maurício Borges e João Rafael, além do treinador argentino Weber. 


Para o técnico Weber, a competição é mais uma oportunidade para o Taubaté crescer como equipe na temporada. 


“Sinceramente queremos ganhar a competição. Estamos em um processo de adaptação e troca de jogadores como a maioria das equipes. O Pacaembu Ribeirão é um time jovem e conheço muito bem o treinador (Marcos Pacheco). Ele trabalhou comigo e é um grande técnico. Eles não tiveram partidas de preparação e devem sentir um pouco esse primeiro jogo. Para nós será um jogo importante depois da derrota na final do Paulista. Precisamos voltar a acreditar nas nossas forças para consolidarmos nosso padrão de jogo”, explicou Weber. 


O treinador do Ribeirão Preto, Marcos Pacheco, heptacampeão da Superliga – três vezes como técnico e quatro como assistente -, falou da expectativa de enfrentar um dos melhores times do Brasil. O time do interior de São Paulo conta com um elenco jovem em busca de evolução e oportunidades. 


“Conseguimos voltar no dia cinco de outubro. Foi pouquíssimo tempo e nesta semana tem jogo no Troféu Super Vôlei contra o Taubaté que é uma equipe muito forte, talvez uma das duas grandes potências do voleibol brasileiro ao lado do Cruzeiro (MG). O objetivo é que o time consiga já fazer um bom jogo, sendo uma equipe estruturada, com cada um sabendo suas características e funções dentro da equipe”, afirmou Pacheco.

Foto: Maxx Sports Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário