Treinador de badminton da Índia pede mais atletas no acampamento de treinos - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Treinador de badminton da Índia pede mais atletas no acampamento de treinos

Compartilhe

Sonhando com a possibilidade de conquistar mais medalhas olímpicas, o técnico da seleção indiana de badminton, Agus Dwi Santoso, pediu que mais atletas integrassem o acampamento de treinos da equipe (SAI) para as Olimpíadas de Tóquio no ano que vem. 

O pedido do treinador ocorreu porque o acampamento que pode operar com até oito atletas, hoje conta com apenas quatro: a vice-campeã olímpica na Rio 2016, PV Sindhu, o simplista masculino, B Sai Praneeth, a duplista feminina Sikki Reddy e o ex-número 1 do mundo, Kidambi Srikanth.

Bronze em Londres 2012, Saina Nehwal negou-se a participar do acampamento de treinos já que seu marido, o atual número 23 do ranking mundial masculino Parupalli Kashyap, não foi adicionado na lista de atletas que poderiam usar as instalações na preparação para as Olimpíadas. 

Além disso, outros atletas que foram convocado optaram por se resgardarem por mais um período ou decidiram treinar em outros locais. 

"Eu entendo a decisão do SAI de permitir que apenas oito jogadores entrem no acampamento nesta pandemia, mas acontece que só quatro jogadores estão treinando", disse Santoso em entrevista ao jornal Times of India.

“Preciso de mais jogadores do mesmo nível, jogadores de qualidade porque o badminton é um jogo mental, exige trabalho em equipe. Já se passaram algumas semanas e ainda estamos treinando poucos jogadores e isso não é bom", disparou. 

"Assim que tivermos isso, estaremos em uma posição melhor para nos prepararmos e nos sairmos bem em torneios, incluindo as Olimpíadas de Tóquio", concluiu o técnico.

Foto: Tribunnews/Abdul Majid

Nenhum comentário:

Postar um comentário