Thiago Wild supera rodada dupla e está na final do Challenger de Aix-en-Provence - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Thiago Wild supera rodada dupla e está na final do Challenger de Aix-en-Provence

Compartilhe
Thiago Seyboth Wild Tênis Brasil challenger aix-en-provence

Com a programação atrasada devido às chuvas, o Challenger de Aix-en-Provence promoveu rodada dupla neste sábado e Thiago Seyboth Wild provou que estava apto para o desafio. Ainda pela manhã, ele venceu o local Antoine Hoang por 2 sets a 1, e já na tarde francesa, passou pelo chileno Alejandro Tabilo em sets diretos, se garantindo na final do torneio.

O brasileiro, 113º do mundo, enfrenta às 10h da manhã deste domingo (horário de Brasília), o alemão Oscar Otte, 219º na grande decisão. Com a campanha na Provença, Wild já sobe seis colocações, garantindo seu melhor ranking da carreira. Em caso de título, ele subirá para 105º, ficando a 56 pontos de alcançar o top-100 pela primeira vez.

Quartas de final
Contra Hoang, 128º do mundo, Wild precisou virar o jogo, ganhando por 3-6, 6-2 e 6-1 em 2 horas e 21 minutos de jogo. Wild começou agressivo, como sempre, e chegou a ter um break point não-convertido já no game de estreia. Porém, a única quebra na primeira parcial veio no oitavo game, permitindo ao francês fechar em sequência a primeira parcial.

Em seguida, Wild dominou o jogo e não teve dificuldade mais em seu saque, quebrando o francês nas duas oportunidades que alcançou no segundo set, uma delas já em set point para 6-2. Ele só veio a sofrer dois break points quando sacava para o jogo em 5-1, mas fechou a partida em seu segundo match point.

Semifinal
Já contra Tabilo, chileno 180º melhor da ATP, a vitória veio em sets diretos, parciais de 7-6(4) e 6-3, mas igualmente difíceis. No primeiro set Wild teve três chances de quebra no terceiro e nono games e precisou salvar cinco break points no quarto. Sem quebras, o jogo foi decidido no tie break e o chileno abriu 4 a 3, mas não ganhou mais pontos.

No início do segundo set, Wild teve três oportunidades de quebra no segundo game e duas no quarto, enquanto Tabilo teve três break points no terceiro game, antes de finalmente quebrar de zero no quinto game. 

Com 3-2 e saque, o jogo mudou completamente e Wild não só devolveu a quebra em sequência, como quebrou novamente no oitavo game, finalizando a partida em seu primeiro match point após 1 hora e 49 minutos de jogo.

Enquanto Wild passou 4 horas e 10 minutos na soma dos dois jogos, o alemão Oscar Otte teve vida mais fácil neste sábado. Ele venceu o sérvio Danilo Petrovic por 6-3 6-2 em 1 hora e 3 minutos pelas quartas e vencia por 5 a 4 o compatriota Daniel Altmaier quando este abandonou a partida, ficando apenas 54 minutos em quadra. Na soma dos dois jogos, apenas 1 hora e 57 minutos.

Foto: Icone Agence / Divulgação Open Pays d'Aix CEPAC

Nenhum comentário:

Postar um comentário