Hortência e Fabiano Peçanha compartilham suas experiências com atletas na Missão Europa - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Hortência e Fabiano Peçanha compartilham suas experiências com atletas na Missão Europa

Compartilhe

A rainha do basquete Hortência e o medalhista pan-americano Fabiano Peçanha estiveram por uma semana em Portugal para atuarem como embaixadores na Missão Europa do Comitê Olímpico do Brasil (COB). Ao longo do período, frequentaram treinamentos, conversaram com atletas e, em concorridas e elogiadas palestras, inspiraram os integrantes do Time Brasil, que estão retomando os treinamentos graças ao projeto do COB em parceria com as confederações. Os bate-papos aconteceram nas bases de Rio Maior, Vila Nova de Gaia e Coimbra. 

No mês passado, a Missão Europa contou com as medalhistas olímpicas Jackie Silva, do vôlei de praia, e Isabel Swan, da vela. 

O programa de embaixadores na Missão Europa tem o objetivo de encorajar cada vez mais a participação efetiva da Comissão de Atletas do COB e de grandes ídolos olímpicos nas suas principais ações. A partir destas experiências, os atletas poderão conhecer melhor as atividades da entidade e contribuir de forma efetiva com o movimento olímpico brasileiro. 

Com uma carreira recheada de conquistas, entre elas o título mundial em 1994 e a medalha de prata em Atlanta 96, a ex-jogadora de basquete Hortência descreveu o que mais lhe chamou a atenção no período que passou na Missão Europa. “O ambiente está super tranquilo e sinto os atletas muito focados, junto de seus treinadores. Eu e o Fabiano, em nossa missão aqui, pudemos transmitir um pouco da nossa experiência para eles. Essa troca de energia é muito importante e estou muito feliz de estar contribuindo de alguma forma. Com certeza, no ano que vem, em Tóquio, os atletas vão lembrar de algumas coisas que nós falamos aqui”.

Hortência saiu bastante impressionada de Portugal e elogiou a ação do COB de retomada dos treinamentos. “A Missão Europa foi uma ideia muito legal do COB, pois no Brasil os atletas não estão podendo treinar direito e aqui eles ficam mais à vontade. O Centro de Treinamento de Rio Maior é enorme e pode hospedar todos os atletas juntos, de forma segura, dentro do cenário da Covid. Estão todos sendo testados, se protegendo e, mais importante, treinando. O atleta não pode perder tempo, por isso foi muito boa essa oportunidade de retomada. Parabéns, então ao COB, por essa iniciativa. Muitos atletas estão aproveitando para viajar para outros países para voltar a competir, o que me deixa muito feliz”, afirmou ela que deu palestra para os atletas do judô, que estão treinando em em Coimbra.

Troca de experiências
Além da troca de experiências e das histórias de suas carreiras, os embaixadores têm a função de transmitir a importância da Comissão de Atletas do COB para os integrantes da Missão Europa.

“Para mim foi um privilégio muito grande estar aqui na Missão Europa. Fiquei muito honrado com o convite do COB e conviver um pouco com atletas do mais alto nível de excelência e, ainda assim, receber deles um feedback de que as mensagens que passamos foram proveitosas. Espero que eu tenha conseguido contribuir um pouco na caminhada deles”, destacou Fabiano Peçanha, medalha de bronze nos 800m dos Jogos Pan-americanos de Santo Domingo 2003 e Rio 2007, que conversou com atletas do tênis de mesa, em Vila Nova de Gaia.

Assim como Hortência, o gaúcho de 38 anos exaltou a importância da Missão Europa para a retomada da preparação dos atletas. “Achei a Missão Europa extremamente positiva para o esporte brasileiro. Para o atleta, estar em seu ambiente de trabalho é melhor coisa que existe para ele sentir confiança de que está progredindo. E nada melhor do que um ambiente desse nível. Essa Missão está sendo extremamente proveitosa e com certeza vai render muitos frutos na caminhada rumo aos Jogos Olímpicos do ano que vem”, acredita Fabiano. 


Antes de Hortência e Fabiano, estiveram em Portugal como embaixadoras, Jackie Silva, campeã olímpica de vôlei de praia em Atlanta 1996 ao lado de Sandra Pires; primeiros ouros de mulheres do Brasil; e Isabel Swan, medalhista de bronze na vela em Pequim 2008 ao lado de Fernanda Oliveira, primeira medalha feminina da vela. 

Para os Jogos Olímpicos de Tóquio, o programa de Atletas-Embaixadores será realizado, com convites a atletas medalhistas olímpicos já feitos antes do cancelamento do evento.

Foto: COB/Daniel Varsano

Nenhum comentário:

Postar um comentário