Gerente da seleção japonesa de beisebol acredita na conquista do ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Gerente da seleção japonesa de beisebol acredita na conquista do ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Compartilhe

O gerente da seleção japonesa de beisebol, Atsunori Inaba, afirmou que sua equipe buscará a medalha de ouro olímpica nos Jogos de Tóquio, adiados para o ano que vem, para "compartilhar a alegria de uma vitória com os fãs locais".

Integrante da seleção japonesa que ficou em quarto lugar nas Olimpíadas de Pequim 2008, Inaba tentará levar a equipe ao seu primeiro ouro. A nação tem três medalhas na modalidade, sendo uma prata em Atlanta 1996, e dois bronzes, um em Barcelona 1992 e outro em Atenas 2004. 

"Estou procurando muitos jogadores", disse Inaba em entrevista ao Inside The Games. "Devido às limitações causadas pela pandemia de coronavírus, não vou aos locais com muita frequência, mas vejo muita televisão". 

“Estou confiante de que os Jogos acontecerão no próximo verão. Quero me preparar bem para esse evento", afirmou. 

Inaba deverá ainda realizar um acampamento para atrás da Nippon Professional Baseball (NPB) com amistosos envolvendo os selecionáveis, para que seja possível analisar mais de perto as características de cada jogador e detectar novos talentos. 

O Japão chegará aos Jogos Olímpicos como um dos favoritos ao título, já que além de ser o anfitrião, conquistou em novembro do ano passado o título do Premier 12, um dos torneios mais importantes da Confederação Mundial de Sotfbal e Beisebol (WBSC). Com isso o país assumiu a primeira posição no ranking mundial da modalidade. 

“Ainda me lembro da alegria e da festa”, disse Inaba. Eu quero construir a equipe olímpica com base nas escalações das Premier12. Como disse, também estou considerando jogadores novos e mais jovens", ressaltou Inaba.

Até o momento as seleções classificadas para os Jogos Olímpicos de Tóquio no beisebol são: Japão, Coreia do Sul, México e Israel. Restam duas vagas. 

Foto: Reprodução/WBSC

Nenhum comentário:

Postar um comentário