Gary Hall Sr acredita que Dressel pode passar oito ouros de Phelps em Pequim 2008 - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Gary Hall Sr acredita que Dressel pode passar oito ouros de Phelps em Pequim 2008

Compartilhe

A adição da prova de revezamento misto 4x100 medley no programa de natação dos Jogos Olímpicos de Tóquio, adiados para 2021, pode beneficiar o jovem nadador Caeleb Dressel (USA). É nisso que acredita o ex-nadador estadunidense Gary Hall Sr, que disse em entrevista ao Olympic Channel, que vê chances do atleta de 24 anos superar os oito ouros conquistados pelo multicampeão Michael Phelps em Pequim 2008. 


Hall Sr também foi nadador olímpico, conquistando uma prata nos 400m medley na Cidade do México, em 1968, outra prata, nos 200m borboleta, em Munique 1972 e um bronze nos 100m borboleta, em Montreal 1976. Ele foi contemporâneo de Mark Spitz e viu a conquista de sete medalhas de ouro do compatriota em Munique. 


"Eles adicionaram provas extras, e com isso Dressel poderia quebrar o recorde de ouros de Phelps. Não aconteceria se não fosse isso, mas é uma possibilidade", disse Hall durante a entrevista. 


“Tóquio deverá ser um show de Caeleb Dressel, e espero que seja. Ele é um grande cara e tem um talento tremendo", acrescentou. 


Além do revezamento misto 4x100 mdeley, outras duas provas foram adicionadas ao programa olímpico de natação: 800m livre masculino e 1.500m livre feminino.


A ascenção de Dressel 


Dressel já é dono de duas medalhas de ouro olímpicas, conquistadas na Rio 2016, após fazer parte das equipes do revezamento 4x100 livre e 4x100 medley, quando ainda tinha 21 anos. Desde então sua carreira evoluiu de forma muito rápida. 


No Campeonato Mundial de Natação de Budapeste, na Hungria, em 2017, o estadunidense faturou sete medalhas de ouro, entre provas de nado borboleta, livre e revezamentos. 


No Mundial seguinte, em Gwangju, na Coreia do Sul, em 2019, Dressel ganhou seis ouros e duas pratas, mantendo sua força nas provas que já havia triunfado dois anos antes. 


Acredita-se que Dressel possa competir entre seis e nove provas durante os Jogos Olímpicos de Tóquio, reprogramados para 23 julho até 8 de agosto do ano que vem. 


Surte +Caeleb Dressel afirma: "Eu não quero ser famoso"


Foto: Tim Binning/TheSwinPictures

Nenhum comentário:

Postar um comentário