Fernando Verdasco questiona protocolos de testes para detecção de coronavírus após ser retirado de Roland Garros - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Fernando Verdasco questiona protocolos de testes para detecção de coronavírus após ser retirado de Roland Garros

Compartilhe

Após ser retirado do torneio de Roland Garros por ter testado positivo para coronavírus, o tenista espanhol Fernando Verdasco questionou os protocolos de testagem, do Major francês, nos quais ele considerou falsos. 

O espanhol alegou ter retornado de diversos resultados negativos antes de chegar a Paris, incluindo testes durante o Masters 1000 de Roma, na Itália. O atual número 58 do mundo criticou os procedimentos de teste do Aberto da França, depois que a organização lhe negou um novo teste, que serviria como 'contraprova', para conferir se o resultado positivo de fato estava certo. 

"Em agosto, tive COVID-19 assintomática", disse. "Desde então, tenho feito vários testes de PCR, com resultados negativos. Testei negativo novamente há alguns dias no teste que fiz antes de ir para Hamburgo". 

“Minha equipe e minha família viajaram para Paris na terça-feira e todos deram negativo, exceto eu. Expliquei meu histórico e situação para tentar solicitar outro teste". 

“A organização de Roland Garros recusou-se a fazer outra prova, mesmo levando em consideração todas essas circunstâncias, e que havia dias suficientes para repetir os testes antes da competição e da cerimônia do sorteio. Mesmo assim, fui desqualificado", reiterou Verdasco. 

O espanhol revelou ainda que passou por dois testes de PCR e um teste de anticorpos desde sua retirada de Roland Garros e retornou resultados negativos em todos os três testes.

“Quero comunicar minha total frustração e indignação com a organização de Roland Garros por tirar meu direito de participar, mesmo sem me dar a oportunidade de fazer outro teste com uma nova amostra para confirmar que o resultado do primeiro pode ser um erro", disse Verdasco. 

Foto: Reprodução/ATP

Nenhum comentário:

Postar um comentário