Bia Haddad avança em simples e duplas em Portugal; demais brasileiros caem - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Bia Haddad avança em simples e duplas em Portugal; demais brasileiros caem

Compartilhe

Beatriz Haddad Maia segue invicta no seu retorno às quadras. Pela segunda rodada do W25 de Montemor-O-Novo, a brasileira não tomou conhecimentos da eslovaca Viktoria Morvayova e venceu por 2 sets a 0, com um duplo 6-2, em uma hora e oito minutos de duelo.

Classificada para as quartas de final, Bia terá pela frente a espanhola Marina Bassols Ribera, número 409 do ranking da WTA e cabeça número 8 do torneio, já nesta sexta-feira, às 07h (Brasília). Até aqui, em dois jogos de simples disputados, Bia não perdeu nenhum set e foi derrotada em apenas sete games.

Poucas horas depois de vencer em simples, a brasileira voltou às quadras portuguesas para jogar o torneio de duplas e conseguiu nova vitória. Atuando ao lado da portuguesa Maria Ines Fonte, elas derrotaram a espanhola Julia Payola e a portuguesa Ana Filipa Santos por 2 sets a 1, parciais de 6-7(5), 6-4 e 10-7 no match tive-break.

A dupla luso-brasileira se garantiu na semifinal do torneio, onde enfrentarão as britânicas Jodie Anna Burrage/Olivia Nicholls, cabeças 4 do torneio. Vale lembrar que Bia e a companheira tiraram as principais favoritas ao título, Carol Meligeni e a suíça Ylena In-Albon, logo na primeira rodada.

Outros brasileiros têm dia ruim

Ingrid Martins (538ª) foi derrotada pela britânica Jodie Anna Burrage, principal favorita a vencer o torneio e número 289 do ranking da WTA. A partida acabou com um duplo 6-3 para a europeia, em pouco mais de uma hora e meia de duelo.

Carolina Meligeni Alves também caiu nesta quinta-feira. A brasileira, 401ª do mundo, era a cabeça 6 do torneio e chegou a aplicar um pneu sobre a russa Daria Mishina (410ª), mas sofreu três quebras no último set e acabou derrotada em 2 a 1, com parciais de 6-3, 0-6, 6-3.

Felipe Meligeni e seu parceiro espanhol Sergio Matos Gomes caíram nas quartas de final do Challenger de Cordenons, na Itália. Eles foram derrotados pelos cabeças de chave número 1, Andres Molteni, da Argentina, e Hugo Nys, de Mônaco, por 2 sets a 0, parciais de 6-3 e 6-2.

Foto: Federação Portuguesa de Tênis

Nenhum comentário:

Postar um comentário