Após quase cinco horas, Murray salva match point e consegue grande virada na estreia do US Open - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Após quase cinco horas, Murray salva match point e consegue grande virada na estreia do US Open

Compartilhe

Em seu retorno aos torneios de Grand Slam, o britânico Andy Murray viveu nesta terça-feira (1°) no Estádio Arthur Ashe uma batalha de 4 horas e 38 minutos, conseguindo uma grande virada sobre o japonês Yoshihito Nishioka, vencendo o jogo por 3 sets a 2, depois de estar perdendo por 2 a 0, avançando assim para a segunda rodada do US Open.

Nos dois primeiros sets, Murray não conseguiu ter um bom aproveitamento do primeiro saque. No primeiro set, Nishioka conseguiu uma quebra no sétimo game para fechar em 6-4. No set seguinte, o britânico cometeu cinco duplas faltas e 19 erros não forçados contra apenas oito do japonês, que conseguiu duas quebras de vantagem abrindo 4-0. Murray esboçou uma reação devolvendo uma das quebras, mas Nishioka fechou novamente por 6-4.


No terceiro set, o japonês já começou quebrando o saque do britânico e parecia se encaminhar para a vitória por 3 a 0, mas Murray começou sua reação a partir do sexto game, devolvendo a quebra de saque do japonês e levando o set para o tiebreak, em que venceu por 7-5. No quarto set, Nishioka teve um match point a seu favor no 12° game, mas Murray conseguiu salvar e levou o set também para o tiebreak, em que o britânico 7-4, empatando a partida.

No quinto set, Nishioka conseguiu uma quebra no quinto game, com Murray devolvendo a quebra no game seguinte. E no décimo game, o britânico conseguiu uma nova quebra de saque para fazer 6-4, conseguindo a vitória em sua reestreia em Grand Slams. Campeão em 2012 do US Open, Andy Murray espera agora o vencedor do confronto entre o canadense Felix Auger-Aliassime, cabeça de chave número 15 do torneio, e o brasileiro Thiago Monteiro.

Foto: Darren Carroll/USTA

Nenhum comentário:

Postar um comentário