SurtoLista: Os dias mais vitoriosos do Brasil em Jogos olímpicos - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

SurtoLista: Os dias mais vitoriosos do Brasil em Jogos olímpicos

Compartilhe

  


Em cem anos de participação olímpica, o Brasil conquistou 129 medalhas: 30 ouros, 36 pratas e 63 bronzes. Mas você já chegou a se perguntar em qual dia o Brasil conquistou mais medalhas olímpicas?

O Surto Olímpico entrou nessa brincadeira estatística e contou os dias em que cada medalha brasileira foi conquistada, a fim de definir o dia mais  glorioso do nosso país em Jogos Olímpicos.

Usamos como critério de desempate o sistema do quadro de medalhas "tradicional": primeiro, número de ouros; seguido pelas pratas; e por último, os bronzes. No mais, isto é tudo. Confira agora os seis dias em que o Brasil conquistou mais medalhas olímpicas na história.

6º lugar - 2 de agosto: 1 prata e 4 bronzes

Foto: TiroFlu
Quem diria que o dia da nossa primeira medalha olímpica fosse um dos dias mais "medalhados" dos brasileiros na história. Além da prata (foto acima) do atirador Afrânio Costa, na pistola de 50m, e o bronze por equipes na mesma prova, em Antuérpia 1920, tivemos mais três bronzes em 02 de agosto: o nadador Tetsuo Okamoto nos 1500m nado livre em Helsinque 1952, o futebol masculino em Atlanta 1996 e a judoca Mayra Aguiar em Londres 2012.  Pelos critérios de desempate do quadro de medalhas, esse dia ficou em sexto lugar, pois os dias a frente dessa tiveram pelo menos uma medalha de ouro.

5º lugar - 3 de agosto: 1 ouro e 4 bronzes

Foto: Ivo Gonzales/ Agência o Globo
O dia da primeira medalha de ouro do Brasil em Jogos Olímpicos também está entre os dias mais laureados do nosso país. Em 03 de agosto, o atirador Guilherme Paraense venceu a prova da pistola livre em Antuérpia 1920, o vôlei feminino e o revezamento 4x100m do atletismo conquistaram a primeira medalha de suas histórias em Atlanta 96, um bronze. 

Também nesse dia vieram mais duas medalhas de bronze em uma mesma Olimpíada: o judoca Rafael Silva, na categoria acima de 100kg, e o nadador Cesar Cielo, nos 50m livre, nos Jogos de Londres 2012.

4º lugar - 8 de agosto: 1 ouro, 1 prata e 3 bronzes

Foto: Saulo Cruz/ Exemplus/COB

Um novo empate em número de medalhas, mas o desempate foi no número de medalhas conquistadas na mesma edição de olimpíada, o que fez o dia 8 de agosto cair para quarto lugar. Rafaela Silva conquistou o seu ouro na Rio 2016, se tornando a primeira judoca brasileira campeã mundial e olímpica da história.

Nesse mesmo dia, em Los Angeles 1984, o velejador Torben Grael conquistava sua primeira medalha olímpica, uma prata, ao lado de Ronaldo Senfft e Daniel Adler, na classe Soling, e o judoca Walter Carmona conquistava o bronze.

Em Londres 2012, mais duas medalhas, ambas de bronze: Adriana Araújo, primeira brasileira conquistar a medalha olímpica no boxe, e Juliana e Larissa no vôlei de praia.

3º lugar - 30 de setembro: 1 ouro, 1 prata e 3 bronzes

Foto: Reuters

Como dito acima, o 30 de setembro ficou em terceiro lugar no nosso ranking por conta de Sydney 2000, onde quatro das cinco medalhas olímpicas foram conquistadas nesse dia. O revezamento 4x100m do atletismo ficou com a prata, enquanto os velejadores Torben Grael e Marcelo Ferreira, na classe star, o vôlei feminino e o basquete feminino  ficaram com o bronze. O único ouro do dia 30 de setembro foi com Aurélio Miguel, o primeiro ouro olímpico da história do judô, conquistado em Seul 1988.

2º lugar - 22 de agosto: 2 ouros, 1 prata e 4 bronzes

Foto: Reuters

O 22 de agosto é mais um dia cheio de medalhas graças a um edição olímpica, nesse caso, Pequim 2008. E com um agravante de mais duas medalhas terem sido conquistadas posteriormente: os dois bronzes dos revezamentos 4x100m masculino e feminino do atletismo. Além deles, tivemos os bronzes do futebol masculino e de Ricardo e Emanuel, no vôlei de praia.

Marcio e Fábio Luiz ficaram com a prata no vôlei de praia e Maurren Maggi foi ouro no salto em distância, tudo em Pequim. O 22 de agosto de 2008 é o dia mais medalhado da história olímpica brasileira. a sétima medalha desse dia 'abençoado' foi  do velejador Robert Scheidt, na classe laser, em Atenas 2004.

1º lugar - 11 de agosto, 1 ouro, 4 pratas e 3 bronzes

Foto Alaor Filho/Exemplus/COB

Anote esse dia: 11 de agosto é o dia mais "medalhado" da nossa história. Das oito conquistas, apenas uma foi de ouro: o vôlei feminino conquistando o bi em Londres 2012. No mais, foram quatro pratas, sendo duas com o futebol masculino, em Los Angeles 84 e Londres 2012. O vôlei masculino se eternizou como a geração de prata também em Los Angeles, e Esquiva Falcão, também em Londres, levou a prata no boxe.

Todos os bronzes desse dia vieram no judô com Leandro Guilheiro e Ketleyn Quadros, em Pequim 2008, e Mayra Aguiar, na Rio 2016.


Algumas curiosidades extras:

- O dia em que mais conquistamos ouros na história sequer apareceu na lista: 29 de julho. Conquistamos três ouros, todos na vela. Em 1980, Alex Welter e Lars Bjorstrom, na classe Tornado, e Eduardo Penido e Marcos Soares, na classe 470, ficaram em primeiro. Dezesseis anos depois, Torben Grael e Marcelo Ferreira levaram o ouro na classe Star. Pena não termos nenhuma medal race da vela marcada para esse dia em Tóquio...

- Dia mais "cedo" do ano em que conquistamos medalhas: 20 de julho, quando José Telles da Conceição conquistou a primeira medalha da história do atletismo (bronze no salto em altura de Helsinque 1952) e quando Gustavo Borges viveu o "drama do cronômetro" para ficar com sua prata nos 200m livre em Barcelona 1992.
  
- Dia mais tarde do ano em que conquistamos medalhas: 27 de novembro, em que Adhemar Ferreira da Silva conseguiu o bicampeonato olímpico nos em Melbourne 1956. A não ser que tenhamos uma Olimpíada em um dos países do Oriente Médio, vai ser bem difícil desse recorde ser batido, hein? 

Foto de capa: Reprodução


Nenhum comentário:

Postar um comentário