Seletiva olímpica estadunidense dos saltos ornamentais é adiada para 2021 devido à pandemia - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Seletiva olímpica estadunidense dos saltos ornamentais é adiada para 2021 devido à pandemia

Compartilhe

A USA Diving, entidade que regulamenta a modalidade dos saltos ornamentais nos Estados Unidos, revelou na última quarta-feira (26), que as seletivas olímpicas para as Olimpíadas de Tóquio foram adiadas para 2021 por conta da pandemia de coronavírus. 

O evento era programado para ocorrer entre os dias 14 e 21 de junho deste ano. Porém, com o adiamento, a seletiva será realizada entre 6 e 13 de junho do ano que vem, no Indiana University Natatorium em Indianápolis. 

Essa será a sétima edição da prova que dará vaga para a seleção estadunidense de saltos ornamentais em Indianápolis. O local recebeu os torneios de 1984, 1988, 1992, 1996, 2008 e 2016.

Entre os que devem comparecer às seletivas masculinas estão o medalhista de prata do Rio 2016, Michael Hixon e o quatro vezes medalhista olímpico David Boudia.

Kassidy Cook, integrante da equipe da Copa do Mundo, competirá na seletiva feminina, ao lado de Sarah Beacon, que tornou-se a primeira mulher americana desde 2005 a ganhar uma medalha mundial individual.

Os EUA detêm atualmente cotas de qualificação nos 10m femininos sincronizados, bem como duas inscrições nos eventos de 3m, masculino e feminino.

Em fevereiro, os Estados Unidos buscarão adicionar mais cotas para sua equipe em um evento de qualificação olímpica em Tóquio.

Foto: USA Diving

Nenhum comentário:

Postar um comentário