Marcelo Melo viaja dia 15 para retorno do circuito internacional de tênis nos Estados Unidos - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Marcelo Melo viaja dia 15 para retorno do circuito internacional de tênis nos Estados Unidos

Compartilhe

No próximo dia 15, o mineiro Marcelo Melo retomará, após cinco meses, uma rotina que fazia parte de seu dia a dia antes do início da pandemia da Covid-19: viajará para os Estados Unidos, visando a disputa dos dois torneios que marcam o retorno do circuito após a paralisação, em março, por causa do novo coronavírus. Em Nova Iorque, serão realizados o Masters 1000 de Cincinnati, a partir do dia 22, e o US Open, Grand Slam com início no dia 31 deste mês. Lá encontrará seu parceiro, o polonês Lukasz Kubot, e seguirá os protocolos que serão exigidos para os treinos e a volta às quadras.

“Minha viagem está programada para o dia 15 à noite. O Kubot também vai chegar lá no dia 16, para começarmos a treinar assim que possível. Vamos ter de fazer o teste logo na chegada e esperar dar negativo para poder ser autorizado a ir para as quadras treinar. Isso deve demorar 24 horas. E depois do primeiro, após 48 horas, novo teste. Para assim estar totalmente liberado. Aí a frequência acho que vai variar um pouco, mas esse é o principal passo no começo”, explica Marcelo.

Melo não esconde a alegria com o retorno dos torneios. “Eu estou realmente muito feliz em poder voltar a competir. Sabemos de todos os cuidados que temos de tomar, das restrições que vão existir, que são muitas. A gente entende que está em um momento atípico, mas o mais importante é que vamos poder retornar depois de tanto tempo. Isso é realmente muito bom. Tenho certeza que o US Open fará de tudo para manter os jogadores seguros e nós temos de fazer a nossa parte. Então é isso. Entrar na semana final de treinamento em Belo Horizonte, focando nesse retorno, feliz porque teremos a chance de disputar esses dois torneios”.

E, depois dos Estados Unidos, fica a expectativa para os torneios no saibro europeu em setembro, com o Masters 1000 de Roma e mais um Grand Slam, Roland Garros. “Tomara que tudo continue certo para a Europa. Apesar de Madri ter cancelado, vamos torcer para que as coisas possam acontecer, melhorem em Roma e Roland Garros”, completa. 

No último jogo disputado antes da paralisação, Melo e Kubot conquistaram o título do ATP 500 de Acapulco, no México. Desde que foi anunciada a pausa do circuito, Melo seguiu uma rotina de treinos até chegar o momento da retomada dos torneios. Primeiro, com treinamentos nos Estados Unidos, na Califórnia e na Flórida, e depois retornando ao Brasil e iniciando o planejamento em Belo Horizonte (MG), com treinos em quadra e físicos, ao lado do técnico e irmão Daniel Melo, do preparador físico Chris Bastos e do fisioterapeuta Daniel Azevedo.

Torneios
O calendário recomeça nos Estados Unidos, em quadras rápidas, e segue para o saibro europeu: 22 de Agosto - Masters 1000 de Cincinnati (Nova Iorque); 31 de Agosto - Grand Slam/US Open - Nova Iorque; 8 de Setembro - ATP 250 de Kitzbühel; 20 de Setembro - Masters 1000 de Roma e 27 de Setembro - Grand Slam/Roland Garros - Paris.

Foto: Divulgação/ATP

Nenhum comentário:

Postar um comentário