Estádio Olímpico de Helsinque será reinaugurado no próximo sábado - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Estádio Olímpico de Helsinque será reinaugurado no próximo sábado

Compartilhe

O Estádio Olímpico de Helsinque será reaberto no próximo sábado (22) após a conclusão das obras de renovação do local. O estádio está fechado desde 2016 em meio a obras de renovação, que foram financiadas pelo governo finlandês e pela cidade. A reforma respeitou a arquitetura original do local, com escolhas sustentáveis ​.

Autoridades da cidade de Helsinque dizem que o estádio foi ampliado com a adição de um nível de instalações subterrâneas, que atenderá aos requisitos de eventos nacionais e internacionais e atenderá os residentes e visitantes da cidade de forma mais abrangente durante todo o ano.

Os estandes terão capacidade para 36.200 pessoas, com lotação máxima de 50.000 espectadores em concertos. O novo telhado do abrigo é feito de três milhões de quilos de aço e recebeu o Prêmio Construção de Aço em 2019.

O estádio agora tem 12 instalações para reuniões e multiuso reserváveis, bem como instalações para exercícios internos. Afirma-se que o local renovado é um exemplo do estilo funcionalista finlandês combinado com funcionalidades modernas.

"O Estádio Olímpico é um dos locais icônicos de Helsinque", disse Jan Vapaavuori, prefeito de Helsinque. "A renovação massiva é um testemunho do grande compromisso da cidade em manter sua história e identidade em alta conta.

Nestes tempos difíceis, em particular, a grande contribuição e foco em eventos e experiências são importantes - não apenas para toda a indústria de eventos, mas para todos nós que vivemos em Helsinque. O estádio renovado, moderno, focado na função e remodelado de forma sustentável serve a cidade de muitas maneiras e também contribui para nossa atratividade internacional agora e por muito tempo no futuro.

A arena original foi inaugurada em 12 de junho de 1938, com construção iniciada quatro anos antes. A obra tinha como finalidade os Jogos Olímpicos de 1940, depois que eles foram transferidos do Japão para a capital finlandesa. Entretanto, essa edição foi cancelada posteriormente devido à eclosão da Segunda Guerra Mundial.

Helsinque acabaria recebendo os Jogos Olímpicos de Verão de 1952, com o estádio tendo uma capacidade máxima de 70.000 pessoas durante as disputas. "O Estádio Olímpico cristaliza uma parte única do nosso passado e incorpora momentos memoráveis ​​da história finlandesa", disse Annika Saarikko, Ministra da Ciência e Cultura da Finlândia.

Acho inspirador que o coração das Olimpíadas de verão de 1952 esteja agora pronto para continuar como palco de momentos inesquecíveis do esporte e da cultura. O estádio é um exemplo ousado de arquitetura funcionalista. As melhorias nos permitem ter certeza de que o estádio não é apenas um monumento do passado, mas também uma parte da experiência esportiva e cultural finlandesa mais emocionante no futuro.

Nasima Ramyar, presidente da Stadium Foundations, acrescentou: "Por gerações, o estádio tem sido a arena de espectadores emocionados com o coração batendo. Além das experiências esportivas e de entretenimento do público, o novo estádio movimenta os moradores de Helsinque e outros finlandeses, no sentido concreto da palavra."

"As novas e renovadas instalações do estádio abrirão um mundo completo de exercícios físicos, onde os clubes e os indivíduos podem praticar atividades nas instalações do lendário recinto desportivo" acrescentou.

O estádio será inaugurado pela segunda vez no sábado, com transmissão ao vivo pela televisão transmitindo a cerimônia. Os membros do público poderão então reservar ingressos para visitas ao Tour do Estádio, que será realizado de acordo com as diretrizes especiais do governo sobre encontros públicos durante a pandemia.

A pista de atletismo do estádio ficará aberta ao público de 14 a 19 de setembro. A primeira partida será pelo Campeonato Finlandês de Futebol Feminino,. com o jogo de abertura agendado para o local reaberto. O estádio também está cotado para receber a Supercopa da Europa em 2022.

Foto: Twitter

Nenhum comentário:

Postar um comentário