IIHF se anima com possibilidade de retorno de atletas da NHL para Pequim 2022 - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

IIHF se anima com possibilidade de retorno de atletas da NHL para Pequim 2022

Compartilhe

Após quatro anos, os jogadores da National Hockey League (NHL), deverão iniciar tratativas para retornar aos Jogos Olímpicos de Inverno. Apesar de manter "os pés no chão", o presidente da Federação Internacional de Hóquei no Gelo (IIHF), Rene Fasel, gostou de saber que o tema foi discutido na reunião do Acordo Coletivo de Trabalho (CBA) da liga. 

"Não acho que enfrentaremos empecilhos. Existem muitos desafios sim, como o coronavírus. Mas acho que em princípio, as notícias vindas da CBA, para mim e principalmente para o hóquei internacional, são boas notícias", revelou. 

A fala ocorre um dia após a NHL e a Associação dos Jogadores da liga concordarem de forma provisória com a extensão do acordo coletivo por mais quatro anos, que duraria até a temporada 2025-26. A conferência serviu também para dar "pontapé inicial" nas discussões sobre  o retorno do campeonato, que parou por conta da pandemia de coronavírus. 

De acordo com a agência de notícias Associated Press (AP), uma fonte anonima exclusiva garantiu que o acordo entre a liga e os atletas contém uma clausula que permitiria aos atletas da NHL competir nos próximos Jogos Olímpicos de Inverno, que serão realizados em Pequim, na China, em 2022. O acordo valeria também para uma participação na Olimpíadas de 2026, na Itália, em Milão e Cortina d'Ampezzo.

Os atletas da NHL participaram em cinco Olimpíadas consecutivas, até que em PyeongChang, 2018, não participaram do evento por causa dos grandes gastos com deslocamento até a Coreia do Sul, que o Comitê Olímpico Internacional não quis cobrir os custos. Além disso, foi negado o direito de usar a imagem dos Jogos Olímpicos para promover liga e jogadores. 

Porém, mesmo com esses problemas já conhecidos, que podem persistir para 2022, Fasel foi encorajado depois que as partes tiveram uma reunião considerada "muito positiva" pelo mandatário da modalidade antes da pandemia, em fevereiro. 

Para retornar aos jogos Olímpicos, a NHL e seus atletas precisarão resolver problemas pendentes como seguro de saúde, custos de viagem e direitos de marketing. "Realmente esperamos que dê certo para 2022 e estamos prontos para trabalhar e encontrar uma solução para isso", revelou Fasel. 

Possibilidade passa a atrair atletas

Jogador veterano do Carolina Hurricanes, Justin Williams gostou da chance de ver jogadores da NHL na Olimpíada. 

"Eu acho que é ótimo para o jogo de hóquei no gelo poder mostrar os melhores jogadores", disse Williams. “As Olimpíadas são um evento especial em si, mas ter jogadores da NHL lá, como jogadores de verdade, nós adoramos ver o melhor dos melhores. Isso é muito especial", concluiu.

Fasel, que teve seu mandato á frente da presidência da IIHF prolongado para setembro de 2021, por causa da pandemia de coronavírus, elogiou a iniciativa de debater a participação olímpica. 

"Isso é bom para a promoção do esporte, especialmente na Ásia. Estou feliz que, no final, eles entendam que isso é importante para o desenvolvimento do hóquei no gelo no futuro", argumentou. 

Foto: Scott Rovak/USA TODAY Sports

Nenhum comentário:

Postar um comentário