Grupos da canoagem realizam ações sociais em várias partes do Brasil - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Grupos da canoagem realizam ações sociais em várias partes do Brasil

Compartilhe

Várias iniciativas que visam arrecadar alimentos e distribuir para famílias carentes estão sendo desenvolvidas em diversas regiões do Brasil por membros da canoagem brasileira. Ao todo, as iniciativas já somam cinco toneladas entre alimentos e produtos de higiene pessoal. Em Piraju, no Estado de São Paulo, o atleta Pedro Henrique Gonçalves, o Pepe, da canoagem slalom, classificado para os Jogos Olímpicos de Tóquio, fez uma vaquinha virtual e também fechou parcerias com empresas locais e reuniu 3,5 toneladas em alimentos.

Já em Foz do Iguaçu, no Paraná, a equipe de profissionais do Instituto Meninos do Lago mobilizou a cidade para arrecadar cestas básicas e roupas para atender mais de 80 famílias das crianças do projeto social da canoagem. Destacam-se ainda ações em Piracicaba (SP) e Cascavel, no Paraná.

Pepe criou o "Juntos somos mais fortes", que está sendo desenvolvido em Piraju (SP), e teve o objetivo de distribuir alimentos para os moradores que estão necessitando e para famílias que ficaram sem suas fontes de renda. O canoísta começou seu movimento através de uma vaquinha virtual que tinha como meta seis mil reais, mas o valor superou as expectativas e fechou em R$ 7.401,00 doados por 67 apoiadores. Com esse recurso foram arrecadados 3.500 quilos de alimentos e produtos de limpeza que atenderam 130 famílias. A entrega foi realizada em parceria com a área de assistência social do município.

"Me sinto abençoado e honrado de com minha imagem e visibilidade chegar a todos vocês que ajudaram e fazer isso acontecer. Muito obrigado ao Supermercado Garrote Piraju e ao Celso da Cadê Veículos de Piraju, que disponibilizou um de seus carros e colocou a mão na massa para ajudar, além da sua doação. É isso aí gente, estou feliz e emocionado com tudo isso, não tenho palavras para descrever, só́ agradecer", ressaltou Pepe.

Foz do Iguaçu
Com a paralisação das aulas para os alunos do Projeto Social Meninos do Lago, em Foz do Iguaçu, no Paraná, a equipe resolveu fazer uma pesquisa e avaliar como estava a situação de isolamento das crianças e também se suas famílias estavam precisando de ajuda. A resposta foi que muitos estão precisando de apoio.

Entre várias conversas, foi decidido unir os esforço através de uma arrecadação de alimentos para os familiares de alunos. Aí surgiu a campanha "Foz no mesmo barco", idealizada e executada pelo IMEL - Instituto Meninos do Lago, em parceria com voluntários e empresários de vários setores na cidade. O objetivo foi amenizar o problema gerado pela falta de alimentos nos lares dos alunos do projeto neste período de pandemia e a meta é atender entre 60 a 80 famílias, que já estão recebendo as doações.

"Um dos valores fundamentais que prezamos na canoagem é a união e o trabalho em equipe. Imaginamos elaborar uma campanha onde 'remamos juntos', todos no mesmo barco. Desta maneira surgiu a nossa campanha", diz o voluntário Guto Mazine.

Várias empresas aderiram ao projeto, além do Rotary Club de Foz do Iguaçu – Nova Fronteira, que doou 41 cestas básicas inicialmente e reforçará a ajuda no mês de junho com a mesma quantidade de alimentos e também kits de higiene e limpeza. A ação já conseguiu arrecadar 1,2 toneladas de doações.

Cascavel e Piracicaba
A ASCAPI – Associação de Canoagem de Piracicaba (SP) foi uma das entidades apoiadoras em uma ação coletiva que mobilizou a cidade. Foram realizadas doações individuais e também suporte na logística de compra e entrega de alimentos.

Outra iniciativa foi feita pelo CRC – Clube de Regatas Cascavel (PR), em que a equipe mobilizou a compra de oito cestas básicas, sendo que seis foram entregues para o Provopar e as outras duas para atletas do clube. Também houve a entrega de produtos de higiene pessoal.

Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário