FIG confirma adiamento de todos eventos das corridas olímpicas das ginásticas para 2021 - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

FIG confirma adiamento de todos eventos das corridas olímpicas das ginásticas para 2021

Compartilhe

A Federação Internacional de Ginástica (FIG) divulgou na manhã desta sexta-feira (03) um relatório atualizado sobre a situação de seus eventos que deveriam acontecer no primeiro semestre deste ano mas que não puderam ser realizados por conta da pandemia do coronavírus. Entre os destaques, estão as competições que fazem parte das corridas olímpicas das ginásticas (artística, rítmica ou trampolim), que foram transferidas para 2021.

Da artística, apenas a Copa do Mundo por Aparelhos de Doha, no Catar, ganhou um novo cronograma: acontecerá entre 10 e 13 de março. Está será a oitava e última etapa da Copa do Mundo por Aparelhos válida para a classificação olímpica. Ao final desta, os três melhores resultados de cada atleta serão computados e aquele com o melhor desempenho em cada aparelho garantirá vaga nos Jogos de Tóquio (seis homens e quatro mulheres).


Três competições da Copa do Mundo Individual Geral não tiveram suas datas precisas divulgadas, mas também foram confirmadas para o próximo ano: Stuttgart, na Alemanha; Birmingham, no Reino Unido; e Tóquio, no Japão. Os dois melhores resultados (ou três) de cada atleta serão válidos e os três primeiros colocados na soma geral de cada naipe garantem uma vaga para o país. Somente atletas dos países que foram finalistas na disputa por equipes do último Mundial podem participar.

Quanto à ginástica rítmica, as quatro etapas da Copa do Mundo foram transferidas para o segundo trimestre do ano que vem: Sofia, Bulgaria (9 a 11 de abril de 2021); Tashkent, Uzbequistão (16 a 18 de abril de 2021); Baku, Azerbaijão (7 a 9 de maio de 2021); e Pesaro, Itália (28 a 30 de maio de 2021). Desses quatro torneios, os três melhores desempenhos individuais serão válidos para a corrida olímpica. As três primeiras colocadas desse ranking garantirão vaga em Tóquio.

No trampolim, duas etapas da Copa do Mundo foram confirmadas para o ano que vem, sem datas definidas – Brescia, na Itália, e Coimbra, em Portugal –, enquanto a etapa de Arosa, na Suíça, foi cancelada. Outras quatro Copas do Mundo já foram realizadas no ano passado e, com a conclusão das que restam, os quatro melhores resultados serão válidos e os cinco primeiros no masculino e as quatro primeiras no feminino se classificarão.

Até o momento, o Brasil possui cinco ginastas qualificados para Tóquio, todos na artística: quatro no masculino (equipe) e uma no feminino (Flávia Saraiva), conquistados no último Mundial. Além das Copas do Mundo, as disciplinas terão disputas continentais que também darão vagas a Tóquio. Os campeonatos pan-americanos, aliás, são onde os brasileiros têm maiores chances de classificação.


Copas do Mundo Challenge
Eventos que não fazem parte da corrida olímpica de suas respectivas modalidades, as Copas do Mundo Challenge previstas para o primeiro semestre deste ano também foram confirmadas para o ano que vem. Na artística, foram cinco, sem cronograma definido: Varna, Bulgária; Cairo, Egito; Koper, Eslovênia; Osijek, Croácia; e Mersin, Turquia.

Já na rítmica, todas as quatro etapas transferidas ganharam novas datas: Portimão, Portugal (21 a 23 de maio de 2021); Cluj-Napoca, Romênia (25 a 27 de junho de 2021); Minsk, Belarus (2 a 4 de julho de 2021); e Moscou, Rússia (9 a 11 de julho de 2021).

Foto: Abelardo Mendes Jr/rededoesporte.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário