CBHG e jogadora denunciam abandono do Campo de Hóquei da UFRJ - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

CBHG e jogadora denunciam abandono do Campo de Hóquei da UFRJ

Compartilhe


A Confederação Brasileira de Hóquei Sobre a Grama e Indoor (CBHG) divulgou uma carta aberta em que relata uma série de furtos e depredações que ocorrem há anos no Centro de Treinamento da Escola de Educação Física da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), construído para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

O CT é composto por dois campos oficiais de hóquei sobre a grama e um de rugby e foi construído para as equipes olímpicas treinarem durante a Rio 2016. Bruno Patrício Oliveira, Presidente da CBHG e signatário da carta, afirma que o Centro de Treinamento é um “Legado Olímpico", que foi “deixado para o país com o objetivo de possibilitar a continuidade do desenvolvimento do nosso esporte no Brasil”.

Segundo a entidade máxima do esporte no país, desde 2017 o centro sofre danos, sempre relatados à UFRJ e a “órgãos governamentais, mas infelizmente ainda não foi possível resolver esse problema”.

No dia 01, as grades de segurança já não estavam mais lá, deixando o campo completamente desprotegido. A atleta da seleção Thaís Mendes relatou em seu Twitter que “já roubaram todos o cabos e ficamos sem luz pra treinar a noite”, e que “hoje mandaram um vídeo sem as grades e campo rasgado”. Apesar de ter marcado o Prefeito Marcelo Crivella, a Prefeitura do Rio e a UFRJ, não houve resposta à publicação até o momento.

   
A CBHG termina a carta afirmado que busca a “intervenção dos órgãos públicos competentes com o objetivo de evitar que este legado seja definitivamente perdido”. Confira a carta completa abaixo:


Foto: Resinsa / Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário