Campeão olímpico no esqui alpino em 1992 morre aos 54 anos - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Campeão olímpico no esqui alpino em 1992 morre aos 54 anos

Compartilhe

Finn Christian Jagge da Noruega, que surpreendeu o mundo com o título olímpico de inverno no slalom dos Jogos de Albertville de 1992, morreu aos 54 anos de idade na última quarta-feira (8) depois de sofrer de uma doença aguda.

Sua esposa, Trine-Lise Jagge, postou uma homenagem a seu falecido marido no Facebook, chamando-o de "nosso maior amor, nosso maior herói e rock. O melhor pai do mundo e o melhor marido do mundo. É indescritivelmente doloroso e estamos completamente devastados."

Jagge, aos 25 anos, bateu o atual campeão olímpico Alberto Tomba, da Itália, em Albertville, depois de registrar a primeira corrida mais rápida do slalom em mais de um segundo. Em sua segunda corrida, ele manteve Tomba à distância para reivindicar ouro por 0,28 segundo.



Durante um período de oito anos, Jagge também venceu sete corridas da Copa do Mundo - todas no slalom. Ele veio de uma família de atletas, com seu pai vencendo 42 campeonatos nacionais de tênis, um recorde norueguês.

Sua mãe competiu no esqui alpino nos Jogos Olímpicos de Inverno de 1960 e 1964. Jagge se aposentou do esporte aos 34 anos em 2000 e passou a trabalhar em telecomunicações.  O presidente da Federação Norueguesa de Esportes, Berit Kjøll, também prestou homenagem ao falecido esquiador.

É com muita tristeza que recebemos hoje a triste mensagem da morte de Finn Christian Jagge", disse ele. Jagge coroou uma carreira impressionante com o ouro olímpico em Albertville em 1992, derrotando outra lenda, Alberto Tomba. Jagge também se destacou no esporte e foi um ótimo exemplo para muitos de nossos jovens e promissores atletas no esporte alpino - ele fará muita falta.
Foto: Reuters 

Nenhum comentário:

Postar um comentário