Atletas da Canoagem de Santa Catarina agem para preservar o meio-ambiente em rio do estado - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Atletas da Canoagem de Santa Catarina agem para preservar o meio-ambiente em rio do estado

Compartilhe

Há mais de 20 anos um grupo de canoístas trabalha incansavelmente: eles são os “Guardiões do Rio Itajaí-Açu” no Estado de Santa Catarina. As remadas são pensadas na preservação ambiental e na promoção da prática da Canoagem, todas as ações visam mostrar que o rio não é apenas uma paisagem, ele deve ser aproveitado pela comunidade, seja para o lazer ou para a prática de esportes com consciência e segurança.

No mês passado foi realizada a quarta edição do “Junho Verde”, um evento que engloba várias instituições locais e contempla diversos voluntários que possuem caiaques e fazem em conjunto a limpeza no rio, também houve o plantio de árvores. Atualmente são monitorados um trecho de 90 quilômetros do leito do Itajaí-Açu, em parceria com os municípios que ficam nas margens dos rios.

“Além de preservarmos o meio ambiente, estamos apresentando a canoagem como lazer e esporte. Assim como também apresentamos o potencial de cada modalidade de acordo com as condições do ambiente em cada município”, explica Jorge Luis Bacan, presidente da Federação Catarinense de Canoagem.

O grupo começou com quatro pessoas e duas canoas há duas décadas, mas ganhou força nos últimos oito anos quando foi feito uma limpeza nas Ilhas do Carijós, onde na época nasceu a parceria com a Secretaria do Meio Ambiente de Indaial/SC. De lá pra cá já foram retirados do rio mais de 50 toneladas de lixo, mesmo com todo esse trabalho de conscientização e limpeza existe ainda o descarte irregular. “O rio está mais limpo, mas não podemos parar de monitorar e preservar. Ainda existem, apesar de poucos, lugares para descarte de lixos em beira de rio”, fala. 

Hoje são 80 membros somente em Indaial e mais 120 voluntários em vários municípios catarinenses como Blumenau, Gaspar, Rio do Sul, Apiúna, Ibirama, Timbó, Rio dos Cedros além de Benedito Novo. O grupo oferece suporte e treinamento aos voluntários antes de entrarem na água, durante o trajeto é feito um monitoramento no rio e nas barrancas, o diagnóstico é repassado para a Secretaria do Meio Ambiente faz a fiscalização e notificações legais nas áreas de risco.

Para celebrar o trabalho, estava sendo planejado um evento esportivo a Copa Aberta de Canoagem do Vale do Itajaí, a ideia era promover pelo menos seis modalidades praticadas em corredeiras e também em águas calmas. Mas em virtude das restrições por causa da pandemia de COVID-19 o evento não aconteceu ainda, mas está no planos do grupo.

Foto: dIVULGAÇÃO

Nenhum comentário:

Postar um comentário