Após decisão judicial, centro de treinamento da CBAt é novamente fechado - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Após decisão judicial, centro de treinamento da CBAt é novamente fechado

Compartilhe

Doze dias depois de ser reaberto, o Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo (CNDA) teve que ser fechado mais uma vez. Localizado na cidade de Bragança Paulista, no estado de São Paulo, o principal centro de treinamento da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) teve suas atividades paralisadas após decisão judicial imposta nesta sexta-feira.

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) concedeu liminar ao Governo do Estado, suspendendo decretos da Prefeitura Municipal de Bragança Paulista e retornando o município a Fase Vermelha do "Plano São Paulo" de combate da Covid-19, o nível de maior alerta da pandemia, em que apenas os serviços essenciais podem funcionar.

Cerca de 20 atletas estavam treinando no CNDA desde o último dia 06 de julho, seguindo diversas medidas preventivas, como a utilização de máscaras, medição constante da temperatura corporal e a não utilização de vestiários e chuveiros locais.

Somente líderes do ranking brasileiro ou medalhistas mundiais ou pan-americanos e que residam no município bragantino puderam retomar os treinamentos. Um deles foi Darlan Romani, recordista sul-americana do arremesso de peso e um dos favoritos à medalha olímpica em Tóquio.

Com a decisão judicial, a CBAt anunciou que estará revendo o funcionamento do centro de treinamento para se readequar às normas. "A CBAt estará acompanhando diariamente todas as decisões das autoridades constituídas em relação a pandemia da COVID- 19 em Bragança Paulista, podendo, a qualquer momento, alterar as determinações citadas", disse a entidade, em comunicado.

Segundo dados divulgados pela Secretaria de Saúde local, o município, de 140 mil habitantes, possui 1.023 casos de coronavírus confirmados e 24 mortes. Somente nas últimas 24 horas, foram 29 infecções registradas. A ocupação dos leitos de UTI da cidade localizada a 120km da capital paulista está em 75,8% (já esteve em 93,3%).

Foto: Wagner do Carmo/CBAt

Nenhum comentário:

Postar um comentário