Serginho, Fofão e Bruninho ficam entre os cinco melhores não-europeus da Champions League de Vôlei - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Serginho, Fofão e Bruninho ficam entre os cinco melhores não-europeus da Champions League de Vôlei

Compartilhe

A Confederação Europeia de Voleibol (CEV) divulgou, na última semana, o resultado de uma eleição com os cinco melhores jogadores não-europeus que passaram pela Champions League nos últimos 20 anos. Fofão, Bruninho e Serginho entraram na lista ao lado de grandes nomes do voleibol mundial.

O líbero Serginho, que recentemente anunciou sua aposentadoria, foi eleito o teceiro melhor jogador do naipe masculino. O líbero jogou pelo Piacenza, da Itália, e foi vice-campeão europeu na temporada 2007/08.

“Fiquei honrado com essa homenagem. Ainda mais depois do anúncio da minha aposentadoria, ser lembrado assim, entre os melhores do mundo, melhores da Champions, que reúne grandes atletas do voleibol mundial, foi uma alegria muito grande. Ver outros brasileiros ao meu lado nesta lista também foi uma satisfação. O Bruno a cada dia confirma que é um dos melhores jogadores do mundo na atualidade, por isso faz parte desta lista também”, disse Serginho.

O levantador Bruninho foi eleito o quinto melhor não-europeu da história da competição. O jogador disputou a Champions League por dois times italianos, Modena e Civitanova – sendo campeão com o último em 2019.

No masculino completam a lista da CEV três norte-americanos: o oposto Stanley (quarto), o levantador Ball (segundo) e o oposto Matt Anderson (primeiro).

A campeã olímpica Fofão foi a quinta entre as mulheres e tem como ponto alto na Champions League, o título da edição de 2006, com o Perugia, da Itália. Fazem companhia para a levantadora na lista a ponteira cubana Mirka Francia, que jogou com Fofão no Perugia, a norte-americana Larson, a coreana Kim e a chinesa Ting Zhu.

“Foi uma grande surpresa para mim. Nós que somos estrangeiras sabemos o tamanho do desafio, pois os clubes colocam muitas expectativas sobre as estrangeiras, é algo muito difícil. Ser reconhecida entre as cinco melhores é uma satisfação muito grande, ainda mais porque sou levantadora e estou entre quatro atacantes do mais alto gabarito, de potencial incrível. Me dá a satisfação de saber que meu trabalho foi bem feito, e está sendo reconhecido. Essa notícia me dá a certeza desse bom trabalho. Me trouxe muita alegria, e agradeço a todos que me escolheram”, garantiu Fofão.

A definição do top 5 em ambos os naipes foi feito por um grupo de treinadores. No masculino participaram da eleição o italiano Roberto Piazza, o romeno Stelian Moculescu e o australiano Mark Lebedew. Na eleição feminina, votaram o italiano Massimo Barbolini, o holandês Avital Selinger e o brasileiro Marco Aurélio Motta.

Foto: INOVAFOTO/CBV

Nenhum comentário:

Postar um comentário