Revista de negócios elege 20 melhores tenistas da história junto ao público e sem Novak Djokovic na lista - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Revista de negócios elege 20 melhores tenistas da história junto ao público e sem Novak Djokovic na lista

Compartilhe

Já pensou fazer uma lista de melhores jogadores da história de algum esporte e não incluir nela alguém que dominou a modalidade por muito tempo. Pois foi exatamente isso que fez a revista norte-americana especializada em negócios CEO World Magazine. E o alvo do "boicote" foi o sérvio Novak Djokovic, 17 vezes campeão de Grand Slam, que não apareceu na lista de melhores tenistas da história. 

A lista liderada por Roger Federer e que tem como melhor mulher, a alemã Steffi Graf, na 5ª colocação, foi compilada por um painel de "especialistas" que não tiveram seus nomes divulgados. A partir dessa listagem com 20 tenistas, foi aberta uma votação para o público. Também não foi informado quantas pessoas participaram da votação.

Confira a lista

1º - Roger Federer
2º - Rafael Nadal
3º - Pete Sampras
4º - Rod Laver
5ª - Steffi Graf
6ª - Martina Navratilova
7º - Björn Borg
8ª - Margaret Court
9ª - Chris Evert
10ª - Billie Jean King
11º - Don Budge
12º - Andre Agassi
13º - John McEnroe
14º - Serena Williams
15º - Jimmy Connors
16º - Bill Tilden
17º - Roy Emerson
18º - Ivan Lendl
19º - Monica Seles
20º - Ken Rosewall

Além da falta de Djokovic na lista, muitos internautas ficaram assustados com o baixo posicionamento de Serena Williams, que figurou na 14ª posição. A atleta tem 23 títulos de Grand Slam em simples e busca o recorde de Margaret Court, que tem 24. 

Serena dominou na liderança do ranking mundial por mais de três anos seguidos, entre 2013 e 2016, totalizando 319 semanas como número 1 do mundo em toda a carreira, ficando atrás apenas de Steffi Graf e Martina Navratilova nesta estatística. 

Serena é a única atleta negra na lista, demonstrando também a disparidade de oportunidades na pratica do tênis dentro de grupos sociais, marcando a modalidade ainda como algo "elitista".

Foto: Ahmed Jadallah/AFP

Nenhum comentário:

Postar um comentário