Presidente da organização de Los Angeles 2028 pede ação para acabar com a violência contra negros - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Presidente da organização de Los Angeles 2028 pede ação para acabar com a violência contra negros

Compartilhe

O presidente da organização dos Jogos Olímpicos de Los Angeles 2028, Casey Wasserman, declarou sua revolta com a morte do ex-segurança George Floyd, um homem negro, que foi asfixiado após um policial branco ajoelhar por quase 10 minutos em seu pescoço. Wasserman disse em entrevista exclusiva ao site especializado Inside Games, que é necessário uma ação para acabar com a violência contra pessoas negras. 

"Faz uma semana desde o assassinato brutal de George Floyd e, durante esse período, houve muita raiva e indignação justificadas sobre o ciclo contínuo de violência contra negros norte-americanos", disse Wasserman. "Não é suficiente simplesmente reconhecer a profunda dor criada por esse trauma contínuo. Precisamos ajudar a encerrar esse ciclo de violência, elevar e proteger a vida dos negros norte-americanos".

Wasserman reiterou que é importante conscientizar todos e que está comprometido com esse projeto, começando por sua equipe na organização das Olimpíadas de Los Angeles. 

"Muitos de nós da LA28 ingressamos nesta organização para transformar nossa comunidade para melhor, por isso estamos comprometidos em ingressar neste trabalho com essa intenção. Estamos fornecendo recursos para que nosso pessoal seja educado e se manifeste incentivando ações baseadas em soluções para trabalhar em prol da igualdade", revelou. "Este não é apenas um momento no tempo, mas uma questão sistêmica que está em construção há séculos. Mas isso não significa que não podemos fazer o trabalho para criar o futuro do qual queremos fazer parte".

As afirmações de Wasserman marcam mais uma manifestação de pessoas ligadas aos esportes. Nos últimos dias diversas entidades e federações foram incisivas no protesto pelo fim do racismo, incluindo o Comitê Paraolímpico Internacional. "Atos de racismo não podem continuar", afirmou no Twitter a entidade. "A mudança deve acontecer."

Foto: Divulgação/LA28

Nenhum comentário:

Postar um comentário