Medalhista olímpico no decatlo, cubano Leonel Suárez oferece dicas de treinamento online durante a pandemia - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Medalhista olímpico no decatlo, cubano Leonel Suárez oferece dicas de treinamento online durante a pandemia

Compartilhe

Em meio à crise do novo coronavírus, muitos atletas têm promovido diversas iniciativas de apoio a toda a sociedade. É o caso do decatleta cubano Leonel Suárez, que tem liderado um grupo na rede social Whatsapp em que lança dicas de treinamento em casa para familiares, amigos e outros atletas.

Suárez, medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008 e de Londres 2012, tem se mantido ativo durante a pandemia. O atleta chegou a passar dias em isolamento total porque seu irmão, médico, teve contato com um paciente que testou positivo para COVID-19.

“Pensei nessa iniciativa para que meus colegas de equipe e eu pudéssemos manter contato fazendo algumas rotinas de exercícios para manter a forma em segurança contra a segurança da casa”, contou o cubano em entrevista à revista de seu país Cubahora. “Ao longo dos dias, eles adicionaram mais gente e continuamos a crescer com pessoas da família do esporte, amigos e familiares dos meus colegas”.

Suárez controla os horários e modera toda a atividade do grupo, chamado Entrenamiento Deportivo, que reúne mais de cem membros.

“Eu me apoio em alguns dos exercícios que fiz anteriormente”, explicou o decatleta sobre as atividades que propõe. “Também tenho a ajuda de um amigo que é um instrutor de CrossFit em uma academia, além de algumas rotinas de treino que encontro na internet com base nas tendências existentes para exercícios em casa”.

Leonel Suárez cogitava se aposentar logo após os Jogos de Tóquio deste ano. Porém, com o adiamento do evento para 2021, o atleta, agora aos 33 anos, estuda a possibilidade de prorrogar a carreira por mais uma temporada. Sobre o que faria depois da despedida do atletismo, o cubano disse considerar a possibilidade de se tornar treinador.

“Formei-me em Educação Física e Esportes, então a possibilidade de me tornar um treinador sempre existe. Eu realmente gosto de ajudar a todos no esporte, de contar a eles sobre minhas experiências e de dar a eles o melhor conselho possível”, revelou.

Foto: Reprodução/Cubahora/Reuters

Nenhum comentário:

Postar um comentário