Major League Baseball segue com futuro incerto, jogadores e liga divergem sobre partidas e salários - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Major League Baseball segue com futuro incerto, jogadores e liga divergem sobre partidas e salários

Compartilhe

Mesmo com muitas discussões que ocorrem desde maio, a Major League Baseball (MLB) ainda não definiu os termos e condições para que a temporada 2020 seja iniciada. Altamente prejudicada pela pandemia de coronavírus, jogadores e liga vivem em um intenso cabo de guerra para definir quantidade de partidas e salários. 

A última proposta da MLB aproximou-se daquilo que o Sindicato dos Jogadores da Liga (MLBPA) queria. Foi sugerido um calendário com 60 partidas, com a temporada regular começando dia 19 de julho e terminando 27 de setembro. A pós-temporada contaria com 16 franquias e terminaria dia 28 de outubro. Além disso, US$ 1,48 bilhões (37% do total) seriam destinados para os salários e US$ 25 milhões para o bônus de pós-temporada. 

O sindicato concordou com a liga em diversos pontos, mas nos principais, como salários e partidas, não, mantendo-se firme com a ideia. Sem delongar, a MLBPA mandou nesta quinta-feira (18) a contraproposta: 70 partidas, com a temporada regular terminando 30 de setembro, pós-temporada podendo estender-se para o início de novembro, US$ 1,73 bilhões (43% do total) destinados aos salários e US$ 50 milhões em bônus de pós-temporada, o dobro do que havia sugerido a liga, além da renúncia do direito de fazer greves. 

No lado da liga houve um crescimento no otimismo, diferentemente das últimas falas proferidas por Rob Manfred, comissário da MLB. Aparentemente há uma iminência do acerto, uma vez que os treinos deverão ser retomados no próximo dia 26. Mas os lados envolvidos ainda apresentam divergências, mesmo após a reunião realizada no Arizona. 

“Tivemos uma lista de problemas. Declaramos posições em cada uma dessas questões. Fizemos então negociações e compromissos entre e dentro dessas questões”, disse Manfred em entrevista à Associated Press. “Em vários momentos, voltei à lista de problemas com Tony Clark (chefe do Sindicato) e revi onde estávamos, e fiz isso novamente no final da reunião. Apertamos as mãos e concordamos que íamos 'empurrar' nossos lados para chegar a um acordo consistente com essa estrutura”. 

Entretanto, Clark foi mais cético e afirmou que ainda não há um acordo. "Nas minhas discussões com Rob (Manfred) no Arizona, exploramos uma estrutura potencial, mas deixei claro repetidamente naquela reunião e depois dela, que havia uma série de questões significativas com o que ele propunha, em particular o número de jogos", declarou Clark ao AP. "É inequivocamente falso sugerir que qualquer acordo provisório ou outro acordo foi alcançado nessa reunião".

Com base em explicações do Dr. Anthony Rauci, diretor do Instituto Nacional de alergia e Doenças Infecciosas (nos EUA), Manfred argumentou sobre o fato de desejar um calendário mais enxuto. 

Para ele, é perigoso realizar tantos jogos durante o outono do hemisfério norte (que começa em meados de setembro) pois isso aumentaria os riscos de contaminação por coronavírus, por ser um período mais frio. A proposta de Clark representando o sindicato corrobora com a afirmação de Manfred, já que os jogos ultrapassariam o mês de outubro, ficando a apenas um mês de distância do inverno.

Rodadas duplas e pós temporada

Manfred refutou a proposta da MLBPA de realizar rodadas duplas. "Dissemos a eles que não estamos jogando rodadas duplas. Nossos profissionais de saúde pública nos dizem que você não deve reunir pessoas por esse número de horas durante o dia. Não é seguro. Mas eles continuam ignorando essas coisas”. 

O comissário da liga explicou ainda que deverá ceder às emissoras os jogos "extras" da pós-temporada 2020, que ainda não haviam sido negociados, como forma de ressarcimento ao prejuízo causado pela redução de jogos por  causa da pandemia. Para 2021 o direito de transmissão desse conjunto de jogos já estará devidamente negociado. 


Foto: AP Photo / LM Otero

Nenhum comentário:

Postar um comentário