Duas vezes medalhista olímpico, Bastian Steger vence quarta edição do Dusseldorf Masters - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Duas vezes medalhista olímpico, Bastian Steger vence quarta edição do Dusseldorf Masters

Compartilhe

O veterano Bastian Steger, de 39 anos, conquistou o título da quarta edição do Dusseldorf Masters, o torneio de retomada do tênis de mesa pós-pandemia, organizado pela Associação Alemã de Tênis de Mesa (DTTB) e pelo Borussia Dusseldorf. Nesta quinta-feira (26), ele venceu Qiu Dang na decisão por 4 a 3 (7-11, 8-11, 17-15, 11-7, 7-11, 11-9, 11-9).

“Foi um jogo apertado. No final, foram apenas dois pontos que fizeram a diferença, assim como contra Bene (na semifinal). Todo mundo jogou extremamente bem hoje. Treinamos juntos todos os dias. Quase não existem segredos. Neste Masters, o final mais feliz estava do meu lado", destacou o campeão logo após a conquista.

Para chegar na final Steger teve que passar por outros três jogos. Nas oitavas, bateu Tobias Slanina com tranquilidade, por 4 a 0 (11-6, 11-4, 11-4, 11-8). Na sequência, encarou o norte-americano Kanak Jha, 27º do ranking mundial, e também o despachou, vencendo por 4 a 1 (5-11, 11-5, 13-11, 11-8, 11-4). Na semifinal, encontrou muita dificuldade, mas acabou superando Benedikt Duda por 4 a 3 (4-11, 11-6, 11-6, 11-9, 14-16, 9-11, 12-10).

Medalhista de bronze com a equipe alemã em Londres-2012 e na Rio-2016, Steger fez sua primeira aparição no Dusseldorf Masters e já estreou com o pé direito. Número 125 do ranking mundial, ele entrou no torneio como o sexto melhor ranqueado e tornou-se o primeiro atleta não-cabeça de chave número 1 a ser campeão. Na primeira edição, Timo Boll foi o vencedor e, nas duas semanas seguintes, Dimitrij Ovtcharov conquistou os campeonatos.

Esta quarta edição do torneio contou com 15 atletas de quatro países: Alemanha, Egito, Equador e Estados Unidos. Kanak Jha e o egípcio Omar Assar foram os melhores estrangeiros, parando nas quartas de final. O equatoriano Alberto Miño, que joga no Borussia Dusseldorf, foi eliminado na primeira fase. O sul-americano (76º), aliás, não venceu nenhum jogo em suas três participações no Masters.


Agora, após quatro edições realizadas semanalmente, o Dusseldorf Masters fará uma pausa e o próximo torneio só será realizado no final de semana de 10 a 12 de julho. Nesse meio tempo, haverá a primeira edição das mulheres, com a presença de algumas estrelas mundiais, como Han Ying e Nina Mittelham. 

Dimitrij Ovtcharov segue na liderança do ranking geral da competição, mesmo não tendo participado desta edição, com 110 pontos. Qiu Dang aparece em seu retrovisor após seu segundo vice-campeonato no torneio, com 100 pontos. Steffen Mengel é o terceiro colocado com 60 pontos. Com a conquista do título, Steger ganhou 50 pontos e já pulou para a quarta colocação, empatado com Timo Boll. 

O Dusseldorf Masters tem o intuito de manter os atletas ativos durante o pós-pandemia, uma vez que o circuito mundial está paralisado por tempo indeterminado. Os eventos seguirão acontecendo até agosto, quando está prevista uma edição final, que contará com oito participantes: os cinco primeiros do ranking e três convidados. Confira os 11 primeiros colocados do ranking após o Dusseldorf Masters IV e a corrida por um lugar no Grand Final.

1 - Dimitrij Ovtcharov (GER) - 110 pontos
2 - Qiu Dang (GER) - 100 pontos
3 - Steffen Mengel (GER) - 60 pontos
4 - Timo Boll (GER) - 50 pontos
4 - Bastian Steger (GER) - 50 pontos
6 - Kanak Jha (USA) - 50 pontos
6 - Omar Assar (EGY) - 50 pontos
8 - Meng Fanbo (GER) - 45 pontos
9 - Gerrit Engemann (GER) - 30 pontos
9 - Cédric Meissner (GER) - 30 pontos
9 - Benedikt Duda (GER) - 30 pontos

Foto: Major Foto

Nenhum comentário:

Postar um comentário