Antetokounmpo participa de protesto em Milwaukee: "não quero que meu filho tenha ódio no coração" - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Antetokounmpo participa de protesto em Milwaukee: "não quero que meu filho tenha ódio no coração"

Compartilhe

O craque grego Giannis Antetokounmpo, MVP da última temporada da NBA, se juntou a companheiros do Milwaukee Bucks e liderou um protesto, neste sábado (06), contra a injustiça racial, em Milwaukee.

Além de Giannis, outros atletas do Bucks participaram, como seu irmão Thanasis Antetokounmpo, Brook Lopes, Sterling Brown, Donte DiVincenzo, Frank Mason e Cam Reynolds. Todos usavam camisas com a frase "Não consigo respirar", em referência às palavras de George Floyd antes de morrer sufocado pela polícia de Minneapolis em 25 de maio.

"Queremos mudanças", disse Antetokounmpo em discurso a outros manifestantes. "Queremos justiça. É por isso que estamos aqui fora. É o que vamos fazer hoje. É por isso que eu vou marchar com vocês", declarou Giannis.
O ala-pivô, que também vinha brilhando neste temporada até a pausa por conta da pandemia do COVID-19, bradou por mudanças.
"Quero que meu filho cresça e não tenha medo de andar pela rua. Não quero que meu filho tenha ódio no coração. Não importa. Não importa a cor. Nós não somos preto, branco, amarelo... Não importa, somos todos seres humanos", esbravejou o grego de origem nigeriana.
O Bucks anunciou que liderará um protesto em apoio à justiça social neste domingo (07), com jogadores, treinadores, proprietários, gerentes e funcionários esperados na manifestação.

Foto: Benny Sieu/Reuters

Nenhum comentário:

Postar um comentário