Judoca medalhista de prata em Pequim 2008, Wang Ki-Chun é preso por agressão sexual - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Judoca medalhista de prata em Pequim 2008, Wang Ki-Chun é preso por agressão sexual

Compartilhe

O judoca Wang Ki-Chun, medalhista de prata nos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008,  foi preso na Coréia do Sul sob acusação de violência sexual contra uma adolescente, segundo informações de uma agência de notícias sul-coreana Yonhap. 

A Agência de Polícia do Distrito de Daegu confirmou a prisão de Wang, após a investigação sobre uma denúncia feita contra o ex-judoca em março deste ano. A polícia deve enviar o caso para a promotoria na próxima semana, depois de concluir uma investigação adicional. 

"Um mandado foi emitido de acordo com o devido processo e é difícil explicar os detalhes por causa da investigação", disse a Agência de Polícia do Distrito de Daegu. 

Em 2009, Wang já havida sido preso após cometer agressão em uma boate. Na ocasião, ele teria dado um tapa em uma mulher após uma briga, que foi investigada pela polícia. Nenhuma acusação foi feita depois que um acordo foi alcançado no caso. 

Wang também foi mantido em detenção militar por oito dias, após utilizar seu celular durante um treinamento obrigatório em 2014. 

O judoca sul-coreano foi um dos quatro atletas do país a ganhar medalhas na modalidade, durante os Jogos Olímpicos de Pequim em 2008. Antes de confirmar sua vaga na final da categoria até 73kg, Wang lutou contra o brasileiro Leandro Guilheiro ,que na oportunidade foi para a repescagem e ainda faturou a medalha de bronze. 

Além disso, Wang ganhou os títulos mundiais da categoria em 2007 e 2009, além do bronze em 2010. 

Foto: NBC Sports

Nenhum comentário:

Postar um comentário