Coronavírus: FIVB cancela Liga das Nações 2020 - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Coronavírus: FIVB cancela Liga das Nações 2020

Compartilhe

A Liga das Nações de 2020 foi cancelada. A Federação Internacional de Vôlei (FIVB) anunciou na manhã desta sexta-feira, 08, que a terceira edição de seu torneio anual de seleções não acontecerá nesta temporada, devido às limitações causada pela pandemia do coronavírus, "que causou impactos nas cidades-sede, afetando a segurança, acessibilidade e qualidade da competição".

Originalmente, a Liga das Nações estava programada para ser iniciada em maio, mas sofreu um adiamento em março, já no meio da pandemia. A FIVB optou por cancelar a competição dada a evolução da crise, a fim de proteger a integridade de todos os envolvidos.

"Seria imprudente, talvez até irresponsável, prosseguirmos com o evento quando não podemos proporcionar aos jogadores e a todos os interessados ​​a certeza de que a Liga das Nações 2020 seria segura, acessível a todos e mantida em alto nível", disse o presidente da FIVB, o brasileiro Ary Graça, em nota oficial do site da entidade.

O formato da Liga das Nações requer muitas viagens por não ter sede única, o que torna sua realização praticamente inviável em meio à pandemia. A competição é disputada ao longo de seis semanas (cinco na fase inicial e uma na fase final), em que, a cada semana, as 16 equipes participantes são distribuídas em quatro grupos de quatro, onde cada um desses grupos possui uma sede diferente. Ao final das cinco semanas, as cinco melhores colocadas na classificação geral (+ país-sede) vão à fase final.

A FIVB também confirmou o cancelamento da Challenger Cup, espécie de "divisão de acessão" para a Liga das Nações. Assim, a edição de 2021 terá os mesmos participantes que os previstos para a edição deste ano. As sedes das fases finais também serão mantidas: Nanquim (CHN), no feminino; e Turim (ITA), no masculino.

Na última edição, em 2019, o Brasil chegou na fase final de ambos os naipes. No feminino, foi vice-campeão, perdendo a decisão para os Estados Unidos. No masculino, terminou em quarto lugar, vendo a Rússia ser bicampeã.

Foto: Divulgação/FIVB

Nenhum comentário:

Postar um comentário