Competição virtual do salto com vara retorna neste final de semana com disputa feminina - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Competição virtual do salto com vara retorna neste final de semana com disputa feminina

Compartilhe

Depois do sucesso da primeira edição, o Ultimate Garden Clash está de volta. Programada para o próximo sábado, 16 de maio, a competição virtual terá a presença de três grandes nomes do salto com vara feminino: a grega campeã olímpica Katerina Stefanidi, a bicampeã norte-americana indoor Katie Nageotte e a campeã dos Jogos da Commonwealth, a canadense Alysha Newman.

Sem competições paralisadas pela crise sanitária global, o torneio tenta resgatar os ares competitivos com um formato diferenciado durante a pandemia. Como o momento exige o distanciamento social, os participantes saltam dos quintais de suas casas e são conectados por uma transmissão ao vivo. Stefanidi competirá de Atenas, na Grécia, Nageotte de Marietta, nos EUA, e Newman de Bolton, no Canadá.

O formato feminino terá os mesmos moldes do masculino, realizado há duas semanas: as competidoras terão que saltar uma altura fixa a maior quantidade de vezes que conseguirem dentro do tempo de 30 minutos. Diferente da disputa masculina, no entanto, o sarrafo não estará em 5,00m e, sim, nos 4,00m (o recorde mundial feminino é 5,06m).

No duelo dos homens, o francês Renaud Lavillenie e o sueco Armand Duplantis terminaram empatados com 36 tentativas concluídas com sucesso, enquanto o norte-americano Sam Kendricks foi o terceiro com 26 saltos satisfatórios. A competição foi considerada um sucesso pela World Athletics (Federação Internacional de Atletismo), contando com a presença de mais de 250 mil espectadores por todo o mundo.

Para esta segunda edição, os fãs também poderão acompanhar e se divertir em meio à quarentena. O mini-torneio terá transmissão ao vivo no YouTube, Facebook e Twitter da World Athletics, no sábado, a partir das 13h (horário de Brasília).


A palavra das competidoras

Stefanidi foi uma das milhares de pessoas que assistiram a competição masculina ao vivo e estava ansiosa para tentar realizar os saltos. A grega, que tem 4.91m como melhor marca, também disse que está confiante que as três saltadoras poderão ultrapassar os 98 saltos obtidos pelos três homens na primeira edição.

"A razão pela qual é importante vencer é para que possamos ter direito de nos gabar pelo resto de nossas carreiras [risos]. Mas também é importante mostrar o quão competitivo o salto com vara feminino está agora", brincou a atleta.

Assim como Stefanidi, Nageotte tem 4,91m como a melhor marca de sua carreira. Para ela, o formato da competição é muito divertido, o que torna a disputa muito atraente para os fãs.

"Esse formato também é muito simplificado. Todos estão pulando na mesma barra (altura) quantas vezes pudermos. Não há passes, mudanças de altura ou outros aspectos de o salto com vara que às vezes pode causar confusão para os espectadores. É o confronto mais emocionante possível e todos nós amamos uma boa competição frente a frente!", comentou a americana.

Newman, com 4,82m como melhor salto, também crê que a garra feminina poderá vencer os homens. "Vai ser incrível competir contra essas mulheres porque eu estou morrendo de vontade de uma competição, mas definitivamente estamos tentando passar o número de saltos dos homens juntas".


Foto: Reprodução/WA

Nenhum comentário:

Postar um comentário