USA Swimming revela calendário provisório para retorno da natação nos Estados Unidos - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio

USA Swimming revela calendário provisório para retorno da natação nos Estados Unidos

Compartilhe

A Federação Norte-americana de Natação (USA Swimming) revelou um calendário provisório para retomar as atividades da modalidade. O esporte estava paralisado por causa da pandemia de coronavírus, que ainda não foi controlada. O regresso está programado para a segunda metade de agosto. 

O calendário inicia com uma série de eventos regionais, antes de realizar os primeiros torneios nacionais, algo que deve ocorrer apenas em novembro, visando a preparação dos atletas para o qualificatório para as Olimpíadas e os Jogos Olímpicos de Tóquio, já em 2021.

"Isso nos dá um pouco de esperança" disse a nadadora Hali Flickinger. "Tudo está meio bagunçado no momento. Não tenho ideia do que vai acontecer, ninguém tem. Mas pelo menos temos um plano para o futuro".

Já Mike Unger, chefe de operações da USA Swimming acredita que é importante tentar. "Isso pode significar apenas um grão de sal. Ou pode ser mais do que isso. Estamos tentando trazer a normalidade de volta. Temos que ter um plano A, B e C", declarou. 

A USA Swimming cancelou todos os eventos nacionais entre julho e início de agosto, com destaque para o Speedo Summer Championships. A Federação decidiu reiniciar o calendário com eventos regionais, para evitar grandes deslocamentos, dando mais segurança a saúde dos atletas, técnicos e dirigentes. 

Unger afirmou que está monitorando todos os estados para ver a possibilidade da realização de mais eventos, mas de modo que seja sempre seguido as diretrizes de órgãos de saúde e com a aprovação dos governos locais. 

Mesmo que ocorra o retorno da natação, ainda não será possível voltar a normalidade desses eventos, como apontou Unger. "A USA Swimming vai considerar tudo, até mesmo competir sem a presença do público. Atletas deverão manter distanciamento nos decks. Precisamos ser sábios neste momento". 

O primeiro evento do TYR Pro Swim Series está marcado para Richmond, de 5 a 8 de novembro. Posteriormente estão agendadas as etapas em Knoxville (13 a 16 de janeiro); San Antonio (3 a 6 de março); Mission Viejo (8 a 11 de abril de 2021); e Indianápolis (12 a 15 de maio). O último evento deste torneio antes da pandemia de coronavírus havia sido realizado em Des Moines, no início de março.

Além disso, o Toyota U.S. Open em Atlanta será realizado de 2 a 5 de dezembro. As provas de qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio em Omaha já foram remarcadas entre os dias 13 e 20 de junho de 2021, pouco mais de um mês antes das Olimpíadas. 

Foto: Christophe Simon/AFP
O especialista e campeão olímpico do nado costas nos 100m e 200m, Ryan Murphy ainda não vê motivos para comemorar. "Vou me manter preparado para voltar a nadar. Mas até sairmos desta crise, vou manter minha mentalidade aberta", afirmou. 

Murphy relatou as dificuldades para manter treinamentos neste período de pandemia. O nadador disse que consegue ocasionalmente treinar em piscinas particulares, mas a principal área para as atividades, em Cal-Berkeley continua fechada. A maior parte de seus trabalhos ocorre na casa que divide com outros cinco colegas. 

"Ninguém está saindo de casa, então estamos todos apenas trabalhando juntos. Nós tiramos os carros da garagem e trabalhamos lá fora". Utilizamos um saco de boxe e algumas cordas. Temos halteres de 30 libras e uma chaleira de 50 libras. Estamos fazendo funcionar. Não precisamos de aparelhos chiques para nos mantermos em forma", declarou Murphy. 

Foto: USA Swimming

Nenhum comentário:

Postar um comentário