Primeiros pacientes são atendidos pelo hospital improvisado no complexo do US Open - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Primeiros pacientes são atendidos pelo hospital improvisado no complexo do US Open

Compartilhe

O hospital improvisado construído no Centro Nacional de Tênis Billie Jean King, sede do US Open, em Nova York, recebeu seus primeiros pacientes com coronavírus, para tratamento, na última sexta-feira (10). 

O local conta com 470 leitos, um número acima do que havia sido programado inicialmente, além de contar com 20 camas para unidades de terapia intensiva. 

O National Tennis Center também está sendo usado para fazer refeições para crianças, profissionais de saúde, pacientes e outras pessoas necessitadas, com mais de 25 mil pacotes com alimentos sendo entregues diariamente no local. 

Nova York tem cerca de 8 mil mortes por coronavírus, com mais de 160 mil casos confirmados, mais do que qualquer lugar fora dos Estados Unidos. O prefeito de Nova York, Bill de Blasio esteve no complexo, para informar aos cidadãos sobre as ultimas ações para conter a doença. 

Vale lembrar que o US Open desta temporada está programado para acontecer entre os dias 31 de agosto e 13 de setembro. Ainda não houve conversas para um possível cancelamento. A ATP, Associação dos Tenistas Profissionais, está bastante otimista com o plano de retomar o tênis a tempo de disputar o US Open. 

O Torneio de Wimbledon foi cancelado e voltará apenas em 2021, enquanto Roland Garros foi adiado para a semana seguinte do US Open, a partir do dia 20 de setembro.

Foto: US Open/ Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário