Exibição da chama olímpica em Fukushima é cancelada após Japão declarar estado de emergência - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Exibição da chama olímpica em Fukushima é cancelada após Japão declarar estado de emergência

Compartilhe


A chama olímpica dos jogos de Tóquio foi retirada de exibição pública em Fukushima nesta terça (7) depois que um estado de emergência foi declarado para Tóquio e arredores devido ao aumento de casos de coronavírus.

A exibição pública em Fukushima, onde em 2011 mais de 18.000 pessoas morreram ou desapareceram após um terremoto e tsunami, será suspensa na quarta-feira, de acordo com Tóquio 2020.

A chama chegou ao Japão em 20 de março e está em exibição pública em Fukushima desde 24 de março, dia em que os Jogos de Tóquio foram adiados para 2021 (e o revezamento da tocha também foi suspenso). A chama  deveria permanecer em exibição pública em Fukushima até o final de abril.

A etapa japonesa do revezamento da tocha olímpica começaria em 26 de março em Fukushima, onde a primeira competição dos Jogos de Tóquio - softbol - estava marcada dois dias antes da cerimônia de abertura. Os organizadores de Tóquio esperam manter um cronograma semelhante para as Olimpíadas de 2021.

A chama olímpica deve permanecer no Japão até que o revezamento da tocha seja reiniciado. "A chama olímpica pode se tornar a luz no fim do túnel no qual o mundo se encontra atualmente", disse o presidente do COI Thomas Bach  ao anunciar o adiamento olímpico.

foto: AFP/Kazuhiro Nogi

Nenhum comentário:

Postar um comentário