Campeãs olímpicas no Snowboard e Esqui Alpino estão cercadas pelo inferno do coronavirus em Bergamo - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Campeãs olímpicas no Snowboard e Esqui Alpino estão cercadas pelo inferno do coronavirus em Bergamo

Compartilhe

Michela Moioli (ITA) e Sofia Goggia (ITA), moradoras de Bérgamo (ITA), sofrem no norte da Itália com a pandemia de coronavírus que atinge com toda a força a região da Lombardia, aonde fica localizada a cidade.

Moioli, campeã do snowboard cross em 2018, perdeu a avó para o vírus e tem o avô infectado internado na UTI.

A italiana disse que: "É uma autêntica guerra em casa. A cidade está completamente deserta e os únicos barulhos que você ouve são os sinos dobrando pelos mortos e os das ambulâncias. Fora do cemitério, os caixões estão acumulados pois não tem ninguém para os enterrar."

"Todas as familias da cidade perderam pelo menos um parente para o coronavírus", completou Moioli.

Já Goggia, campeã do downhill em 2018, postou na sua conta no Twitter "É isso o que ouvimos de nossas casas", dando RT em um tweet do Corriere della Sera:
No seu Instagram, Goggia postou o seguinte: "Os hospitais, especialmente na região de Bergamo, estão desmoronando. O pensamento de de que tantos idosos estão passando por tempos difíceis despedaça o meu coração."

"Eles estão lidando com um sentimento devastador de solidão e abatimento."

"Temos de resilientes", completou a esquiadora.

Moioli precisou deixar as pressas no final de janeiro a área de Bérgamo para evitar ficar de quarentena e ficar de fora da fase final da Copa do Mundo de Snowboard Cross, título que acabou conquistando pela terceira vez.

No final da etapa derradeira da Copa, no último dia 13 em Veyssonaz (SUI), Moioli dedicou a vitória a cidade de Bérgamo.

Dias depois, a avó da snowboarder morreu. Moioli falou que: "O funeral durou apenas cinco minutos, não houve tempo sequer para juntar a família."

"Agora estamos rezando pelo meu avô. Quando tudo isso acabar, tudo será melhor para os italianos."

"As pessoas serão melhores, menos egoistas", completou a italiana.

Com informações de: AP
Foto: Laurenta Gillieron/AP

Nenhum comentário:

Postar um comentário