Badminton do Brasil tem seis atletas no Top 100 dos rankings mundiais pelo segundo ano consecutivo - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio

Badminton do Brasil tem seis atletas no Top 100 dos rankings mundiais pelo segundo ano consecutivo

Compartilhe

Ygor Coelho, Fabiana Silva, Fabrício Farias, Francielton Farias, Jaqueline Lima e Sâmia Lima formam o time brasileiro que permanece na elite mundial, após publicação, no ultimo dia 3, da lista da Federação Mundial de Badminton (BWF).

O Brasil chega ao segundo ano consecutivo com uma grande participação na elite dos atletas de Badminton. O país tem sete atletas no Top 100 mundial desde a divulgação do ranking em dezembro de 2019, um recorde e um feito inédito e histórico da modalidade no nosso país. Na atualização da lista, feita nesta sexta-feira (6), pela Tecnologia da Comunicação da CBBd, Ygor Coelho, Fabiana Silva, Fabrício Farias, Francielton Farias, Jaqueline LIMA, Sâmia Lima e Gabriel Cury permanecem entrem os 100 melhores do mundo, como um time de oportunidades.

Ygor Coelho, na Simples Masculina, é o atleta que se destaca do time quando o assunto é pontos. Há 24 meses segue presente no Top 50 mundial. Neste mês de março, confirmou a 48ª posição, com os mesmos 30,329 pontos do mês anterior. Nas Américas, no Ranking BPAC, é o primeiro colocado, seguido por Jason Anthony Ho-shue (49 do mundo), do Canadá e Kevin Cordon (56 do mundo), da Guatemala. 

Os últimos anos do Badminton Brasil foram, notadamente, de grande evolução dos brasileiros no ranking, com resultados expressivos. Além de Coelho, Fabiana Silva, na Simples Feminina, veio de um 2019 Fabiana Silva alcançou o pódio no Kenya International 2020, realizado em Thika, no torneio Future Series que concederam pontos para o ranking válido para classificação dos jogos de Tokyo 2020, conquistando o bronze. E para aumentar pontos, disputa essa semana o VI Jamaica International 2020, levando consigo toda a torcida do Badminton Brasil.na posição 75 e hoje está, firme a atuante, na elite das melhores mulheres, na 64ª colocação. 

A maior evolução entre os atletas que habitualmente representam o país em competições internacionais foi da dupla masculina formada pelos "Irmãos Farias", Fabrício e Francielton Farias, que subiu 130 posições desde 2018, finalizando 2019 na posição 61 e mergulharam na elite mundial sendo a dupla 60ª do mundo, com 21,312 pontos.

Evolução também teve a dupla feminina do badminton brasileiro. Jaqueline Lima e Samia Lima, hoje entre as Top 50 do mundo, estando na posição 49 do ranking BMF. Jaqueline, primeira medalhista olímpica do Brasil, iniciou 2019 como 123 do mundo ainda no ranking júnior. Sua parceira, Samia Lima, sequer pontuava como dupla e já veio voando no adulto, colocando-se firme na elite do badminton mundial. Nas Américas a dupla é a segunda, atrás somente do Canadá. A dupla, em 2019, era a 60ª do mundo.

Outra dupla que também veio da categoria Junior e estreou bem na principal é adupla mista formada por Fabrício Farias e Jaqueline Lima. No último ranking divulgado pela BWF, no dia 3, a dupla está na posição 60. Nas Américas eles estão na segunda posição logo atrás da dupla canadense formada por Joshua Hurlburt-Yu e Josephine Wu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário