Pré-Olímpico Africano de Boxe: dia de primeiros campeões e mais três vagas para Tóquio - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Pré-Olímpico Africano de Boxe: dia de primeiros campeões e mais três vagas para Tóquio

Compartilhe

Camarões, Gana e Marrocos garantiram as três vagas que estavam em disputa entre os perdedores das semifinais de quarta-feira. O dia foi de decisão pela medalha de ouro em sete categorias.

Na categoria de 52kg masculina Tetteh Suleman levou a primeira vaga do boxe para Gana, com uma vitória de 4-1 diante de Juliano Máquina. Suleman, que participou dos Jogos Olímpicos de Londres, retornará a competição. Na final da mesma categoria, a experiência de Mohamed Flissi (ALG) foi mais forte que a juventude de Patrick Chinyemba (ZAM) na final da categoria.

A segunda decisão olímpica do dia ficou para a disputa entre Nadir Abdelhaq, de Marrocos, e Maya Mulumba Liston, da República Democrática do Congo pela categoria de 63kg. A vitória de Nadir disputa gerou controvérsia inclusive do Olympic Channel que em seu comentário ao vivo da competição que transmitia afirmou que o país antigamente conhecido como Zaire foi vítima de várias decisões polêmicas da arbitragem, inclusive nesta disputa pela vaga olímpica, já que Nadir estava sangrando muito no final e teria sido inferior de acordo com os jornalistas do canal. De qualquer maneira, é mais uma vaga para o boxe marroquino, quinta no total. A medalha de ouro da categoria ficou com Jonas Jonas, de Namíbia que venceu por decisão dos juízes Richarno Colin, das Ilhas Maurício. 

A última vaga olímpica foi para o camaronês Wilfred Seyi Ntsengue nos 75kg, que venceu David Ssemujju (UGA) por 3-2. O atleta, que é agora um profissional baseado em Montreal (CAN) volta para os Jogos Olímpicos, quatro anos depois de sua participação nos Jogos do Rio. Já o argelino Younes Nemochi venceu David Tehama (RDC) por 4 a 1. Apesar de ser o reserva da seleção de seu país, ele soube que iria substituir o seu colega quatro dias antes do torneio e acabou saindo com a medalha de ouro nos 75kg.

A última luta do dia foi a final dos super pesados (+91kg), em que Maxime Yegnong Njieyo (CMR) foi dominante sobre Chouaib Bouloudinats (ALG) e levou o ouro com uma vitória por 4-1. Já entre os 91kg, Abdelhafid Benchabla (ALG) decidiu não disputar a final após ter a vaga em Tóquio garantida e o marroquino Youness Baalla foi consagrado com o título africano.

As decisões femininas abriram o dia de competições no Senegal. Na categoria até 57kg, Khouloud Moulaki (TUN) venceu por decisão unânime Sadie Kenobi, de Botsuana. Já entre as mulheres até 69kg, Oumaya Bel Ahbib (MOR) derrotou a moçambicana Helena Acinda Panguana e levou o ouro, uma revanche do resultado nos Jogos Africanos. As quatro boxeadoras já estavam garantidas em Tóquio.

Foto: Olympic Channel

Nenhum comentário:

Postar um comentário