FEI confirma vagas do Hipismo para Tóquio 2020 após irregularidades nos pré-olímpicos - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

FEI confirma vagas do Hipismo para Tóquio 2020 após irregularidades nos pré-olímpicos

Compartilhe

A Federação Equestre Internacional (FEI) confirmou as cotas de Tóquio 2020 nas três disciplinas equestres, após investigações sobre irregularidades em eventos na França e na Síria, assim como as violações antidoping por dois integrantes da equipe do Catar. Além disso, os Jogos da capital nipônica contará com um aumento de países nas disputas do hipismo.

A FEI cancelou uma competição de cada evento para trazer o prêmio dentro do limite, mas sem nenhum impacto na classificação olímpica. As premiações em dinheiro das disputas em Damasco, na Síria, foram aprovados erroneamente pela FEI e estavam acima do limite. Em relação a Villeneuve-Loubet (França), duas provas foram canceladas com os pontos removidos.

Sheikh Ali Al Thani e Bassem Mohammed, testaram positivo para o carboxi-THC, um metabólito da cannabis, proibido pelas regras antidopagem da FEI para cavaleiros e amazonas. A dupla fez parte da equipe do Catar que participou do evento de qualificação do Grupo F, em Rabat (Marrocos), e como consequência do resultado do exame, o país perdeu a vaga da África e do oriente Médio.

O Marrocos herdou a vaga para Tóquio 2020 e fará parte da equipe que salta por Israel, uma das três nações que fará sua primeira aparição nas competições equestres nos Jogos Olímpicos. Já Luxemburgo estreará na categoria de adestramento individual, enquanto um atleta do Paquistão deverá participar do evento individual.

O novo formato de distribuição de vagas permitiu que mais países competissem, com o número representado no salto passando de 27 no Rio 2016 para 35 em Tóquio 2020. O adestramento subiu de 25 para 30 e o evento de salto de 24 para 30. No total, 48 países estarão representados em Tóquio, cinco a mais em relação a edição de quatro anos atrás.

A Letônia voltou ao esporte pela primeira vez em 32 anos nos Jogos, conseguindo uma vaga no individual no salto, depois de ter competido pela última vez em Seul 1988. A República Tcheca e Hong Kong retornam em evento, com suas últimas participações em Pequim 2008. As disputas do hipismo acontecerão no Parque Equestre Baji Koen e no Campo Cross-Country da Floresta do Mar.

Foto: Associated Press

Nenhum comentário:

Postar um comentário