Eliud Kipchoge defende kits olímpicos do Quênia após polêmica - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Eliud Kipchoge defende kits olímpicos do Quênia após polêmica

Compartilhe

O uniforme da equipe olímpica de atletismo do Quênia tem causado muito alvoroço entre os atletas do país. Sendo a maioria deles criticando o design das vestimentas, Eliud Kipchoge, campeão olímpico na Rio-2016, surgiu, esta semana, com elogios ao kit.

Primeiro homem a correr os 42,150 km da maratona abaixo das duas horas, Kipchoge disse, ao portal queniano Daily Nation, que o material dos uniformes "é especial e único". Ele elogiou a qualidade e aprovou a textura que absorve e drena o suor, especiais para as condições quentes esperadas durante os Jogos de Tóquio.

Kipchoge afirmou que o kit se identifica muito bem com a nova geração, já que tem um tema diferenciado e exibe as cores da bandeira nacional. Ao que tudo indica, os elogios do maratonista são uma defesa de interesses, já que ele é um atleta da Nike, a empresa responsável pela confecção dos uniformes.

Pela primeira vez, a Nike, fornecedora do material, disponibilizará os uniformes quenianos à venda. Kipchoge declarou seu desejo de ver a população devidamente uniformizada.

“Acredito que verei quenianos envoltos nas cores quenianas em todas as ruas de nossas cidades. É bom que a Nike tenha prometido disponibilizar essas roupas incríveis no varejo", disse o maratonista.

Os kits olímpicos do Quênia foram divulgados juntamente com os de outros países, como o de Brasil e Estados Unidos, em um evento em Nova York, na última terça-feira (04). Todos os uniformes 

Foto: Reprodução/Twitter

Nenhum comentário:

Postar um comentário