Brasileiros mantêm posições medianas no segundo dia do Mundial da Classe Laser - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Brasileiros mantêm posições medianas no segundo dia do Mundial da Classe Laser

Compartilhe

Com uma quarta-feira repleta de ventos fortes e variáveis em Melbourne, na Austrália, os brasileiros encerraram o segundo dia do Mundial da Classe Laser com posições medianas, apesar das ligeiras melhoras em relação às estreias na terça-feira (11). Robert Scheidt subiu três posições e finalizou com um 37º lugar geral após mais duas regatas. Gustavo Nascimento ganhou oito colocações e passa a ser o 89º.



Restando apenas mais duas corridas de qualificação a serem realizadas nesta quinta-feira (13), os brasileiros estão distantes de disputar a flotilha de ouro, que reunirá apenas os 25 primeiros velejadores. 




Na primeira regata desta quarta, Scheidt terminou na 12ª colocação, e Gustavo Nascimento ficou em 22º, conquistando sua melhor posição no campeonato até aqui. O vencedor foi Philipp Buhl, da Alemanha.




O alemão, que agora é o líder da competição geral, venceu também a segunda regata do dia. Os brasileiros mantiveram suas atuações "padrões". Scheidt conseguiu seu melhor resultado até aqui, um 10º lugar, enquanto Gustavo foi 29º. 


Encerradas as quatro primeiras regatas, Robert Scheidt é o 37º colocado com 33 pontos perdidos (tem um 16 descartado) e Gustavo Nascimento é o 89º com 80 pontos perdidos (um 34 descartado). Scheidt está bem encaminhado para garantir-se como representante brasileiro da classe nos Jogos de Tóquio.



Assim como Buhl, o francês Jean Baptiste Bernaz teve um ótimo desempenho em suas duas regatas do dia e venceu ambas (os competidores estão divididos em três grupos na fase qualificatória). Os dois velejadores estão com 3 pontos perdidos, mas o alemão está a frente no critério de desempate. 




A expectativa para a quinta é de ventos fortes, o que deve garantir excelentes regatas e pode beneficiar nosso bicampeão olímpico. Para a sexta e para o sábado, porém, a previsão é de ventos fracos e instáveis. A organização não se preocupa com tais questões, uma vez que Melbourne é um local onde o clima varia com facilidade.




Foto: Jon West Photography


Nenhum comentário:

Postar um comentário