Governo filipino concede apoio financeiro aos atletas que disputarão as Olimpíadas de Tóquio - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Governo filipino concede apoio financeiro aos atletas que disputarão as Olimpíadas de Tóquio

Compartilhe

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, prometeu investir US$ 100 milhões (R$ 405 milhões) para apoiar os atletas que representarão o país nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020. Segundo o presidente da Comissão de Esportes das Filipinas (PSC), William "Butch" Ramirez, o valor será incluído no orçamento olímpico da agência de esportes do governo.

"Isso ajudará muito nossos atletas nacionais, qualificados e com potencial entrada olímpica", disse Ramirez ao site de notícias filipino Rappler. P100 milhões são mais do que suficientes para suas necessidades, como viagens ao exterior, como acomodação em hotel, transporte, salários de treinadores, aluguel de academia, equipe principal de cada atleta olímpico, como psicólogo, fisiologista, nutricionista, massagistas, remédios esportivos, gerente de esportes e treinadores principais e assistentes ".

Do país filipino, apenas o saltador de vara EJ Obiena e o ginasta Carlos Yulo (foto) já garantiram vagas para Tóquio 2020, entretanto, outros esportistas estão próximos de conseguir o índice olímpico. Em setembro, Obiena atingiu os 5,81 metros na 30ª Universidade de Verão de Chiari, Itália, que superou o corte olímpico de 5,80m e redefiniu seu próprio recorde nas Filipinas pela terceira vez este ano.

Já, Yulo, a principal aposta do país de conseguir bons resultados, conquistou sua vaga nas Olimpíadas de Tóquio 2020 no Campeonato Mundial de Ginástica Artística Stuttgart 2019, na Alemanha, quando ficou entre 18 dos 160 atletas no mundo que avançaram para a final individual masculina. Além, disso o ginasta de 19 anos ganhou o primeiro ouro mundial em ginástica masculina para o país.

Foto: Jat Tenorio/Red Ox Media Events

Nenhum comentário:

Postar um comentário